sábado, 5 de agosto de 2023

Cândido Mendes: Prefeito Facinho rebate acusação de vereador: “espetáculo político”



O prefeito de Cândido Mendes, Facinho Rocha (PL), rebateu a acusação de que teria pago ao vereador Cleverson Pedro Sousa de Jesus, mais conhecido como Sababinha, mais de R$ 300 mil para que ele renunciasse o mandato.

A denúncia veio à tona durante o discurso do parlamentar na sessão desta sexta-feira (4), na Câmara Municipal de Cândido Mendes. Na ocasião, Sababinha disse que iria renunciar ao cargo, mas depois rasgou a carta de renúncia e afirmou que recebeu quase R$ 300 mil prefeito Facinho para desistir do mandato.

Em nota, o gestor municipal classificou o episódio como “espetáculo político” e que denunciará o parlamentar por calúnia e difamação.

“O prefeito JOSE BONIFACIO ROCHA DE JESUS vem a público, acerca dos fatos envolvendo o vereador SABABA FILHO, esclarecer: primeiro, não manteve nenhum tipo de contato ou teve qualquer tratativa com esse vereador, seu notório inimigo político e conhecido por armações e criar espetáculos, para se promover; segundo, o que o prefeito soube foi que o referido vereador preparou carta de renúncia, tendo comparecido pessoalmente a um Cartório, em São Luís-MA, reconheceu sua assinatura no referido documento e o protocolou na Câmara Municipal, na tarde de ontem (03/08/2023); e por fim, o que se sabe é o que referido vereador estava desesperado, por ter tentado me cassar e não ter conseguido, por não ter fundamentos legais, tampouco quórum necessário para cassação, não tendo para este prefeito nenhuma utilidade em sua renúncia ou não, sendo insignificante a sua saída da Câmara. Tudo não passou de uma simulação para criar tumulto e aparecer.”

A Prefeitura de Cândido Mendes também se pronunciou e repudiou o discurso, que teria sido feito para atrapalhar o prefeito Facinho. “O vereador Sababa Filho fez acusações infundadas e levianas”.

“A Prefeitura Municipal de Cândido Mendes repudia veementemente os acontecimentos ocorridos na sessão da Câmara Municipal. É com indignação que nos deparamos com tais declarações, afirmando que teria recebido uma quantia exorbitante para renunciar ao seu mandato. Ressaltamos que a postura deste vereador em jogar cédulas de dinheiro pela janela, mesmo que em valor muito inferior ao alegado, é um ato irresponsável e desrespeitoso.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Princípio de incêndio atinge Hospital Socorrão II, em São Luís

Um princípio de incêndio atingiu na noite desse domingo (25) o Hospital Municipal de Urgência e Emergência Dr. Clementino Moura (Socorrão II...