domingo, 26 de janeiro de 2020

Real Godofredense estreia com vitória por 1x0 sobre o Juventus na Copa Moral de Clubes

Real Godofredense estreou com triunfo na Copa Moral de Clubes. Em duelo disputado neste sábado (25), na Arena Ferreirão, o time do real bateu o Juventus por 1 a 0. O gol foi marcado pelo lateral direito Gelson.

Sem tempo para descansar, o time comandado pelo técnico Neto Weba volta a campo no domingo (2) para enfrentar o Grêmio atual campeão municipal de Carutapera. O local da partida será definido esta semana.

O JOGO

O Real apresentou um maior volume de jogo nos minutos iniciais, mas deixou a desejar nas conclusões. Aos sete, Pité arriscou de fora da área e mandou muito longe do gol. Aos 14, Coiote recebeu dentro da área, limpou a marcação e bateu para o gol, porém a defesa do Juventus conseguiu travar.

Aos 20, o Real teve uma boa chance de abrir o placar. Pité após receber belo cruzamento dentro da pequena área,bateu de primeira e a bola passou bem perto da trave. Um minuto depois, outra oportunidade desperdiçada. Lilico fez um passe açucarado para Coiote, que entrou na área e desequilibrado chutou para fora .

Apesar de ter sido o dono das melhores chances, o Real não conseguiu fazer o gol.



Segundo tempo

O time comandado pelo técnico Neto WEBA continuou em busca do gol. Aos seis, Pelé cobrou escanteio, Pité apareceu livre e cara a cara com o goleiro mandou para fora.

Aos 35, Pité e Mateuszinho fizeram boa jogada pela esquerda e cruzou na direção de Gelson, que cabeceou e mandou para o fundo das redes. 

Com a vitória o Real lidera o Grupo A, com três pontos.

FICHA TÉCNICA


Real Godofredense 1 x 0 Juventus
Copa Moral de Clubes – 1ª rodada

Local: Arena Ferreirão, em Livramento (Carutapera).

Data: 25/01/2020 (sábado).
Horário: 16:00.Árbitro: Herbert Aires Viana;Assistentes: Reinaldo Oliveira e Josaias Correia;Gol: Gerson (Real Godofredense);

Real Godofredense: Bolo; Massão,Luis,Rafael e Gerson; Tafarel (Zacarias), Lilico, Mateuszinho, Coiote (Muvido) e Pelé ( Pelezinho);  e Pité. Técnico: Neto Weba.

sexta-feira, 24 de janeiro de 2020

Petrobras reduz preço da gasolina e do diesel para distribuidoras

Foto: Rafaela Felicciano/Metrópoles

A Petrobras confirmou nesta quinta-feira (23) que vai reduzir em 1,5% o preço da gasolina e em 4,1% o preço do litro do diesel para as distribuidoras a partir desta sexta-feira (24). O último reajuste promovido pela empresa havia sido uma redução de 3% nos valores dos dois combustíveis no dia 14 deste mês.

Os preços para a gasolina e o diesel vendidos às distribuidoras têm como base o preço de paridade de importação, formado pelas cotações internacionais desses produtos mais os custos que os dos importadores, como transporte e taxas portuárias, por exemplo. A paridade é necessária porque o mercado brasileiro de combustíveis é aberto à livre concorrência, dando às distribuidoras a alternativa de importar os produtos. Além disso, o preço considera uma margem que cobre os riscos, entre os quais a volatilidade do câmbio e dos preços.

A gasolina e o diesel vendidos às distribuidoras são diferentes dos produtos ofertados nos postos de combustíveis. São os combustíveis tipo “A”, ou seja, gasolina antes da sua combinação com o etanol e diesel e também sem adição de biodiesel. Os produtos vendidos nas bombas ao consumidor final são formados a partir do tipo “A” misturados a biocombustíveis.

O preço de venda às distribuidoras não é o único determinante do preço final ao consumidor. Como a lei brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados, as revisões feitas pela Petrobras podem ou não se refletir no preço final, que incorpora tributos e repasses dos demais agentes do setor de comercialização: distribuidores, revendedores e produtores de biocombustíveis, entre outros.


Prefeitura recupera estradas vicinais da zona rural de Godofredo Viana


A gestão do prefeito Sissi Viana continua expandindo os serviços de recuperação e pavimentação de ruas e avenidas da cidade de Godofredo Viana.

Depois de asfaltar, utilizando recursos próprios do Município, dezenas de vias de regiões variadas, a Prefeitura iniciou, esta semana, o trabalho de melhoramento de estradas vicinais que dão acesso a diversos polos agrícolas.

Neste momento, as ações estão concentradas na comunidade do Bandeira.

Além de dar melhor trafegabilidade, facilitando a vida de centenas de pessoas, o trabalho beneficia diretamente pequenos agricultores e criadores, que podem escoar, com maior rapidez e eficiência, as suas produções.

“Pavimentar e recuperar vias significa oferecer melhores condições de vida para o cidadão. É uma ação de infraestrutura que reflete diretamente também em outros setores, como melhora dos indicadores da saúde. Apesar das dificuldades financeiras, continuamos investindo fortemente neste tipo de ação. E o trabalho, garanto, ganhará, cada vez mais, ritmo mais acelerado”, disse Sissi.

TRAVESSIA PERIGOSA – Ferry-boats continuam trafegando em péssimas condições de segurança e de higiene

Quase sem parada para manutenção de suas instalações mecânicas, elétricas e sanitárias, os ferry-boats que fazem a travessia de pessoas e veículos de todos os portes, entre a Ponta da Espera, em São Luís e o Cujupe, em Alcântara, no Maranhão, estão na iminência de ir a pique. As duas empresas que mantêm a concessão desse serviço marítimo, no caso a Serviporto e a Internacional Marítima, mesmo sendo notificadas diversas vezes por órgãos fiscalizadores, permanecem colocando em risco a vida de seus usuários e operários.

Milhares de pessoas utilizam o serviço de ferry-boat diariamente (Reprodução)

Apesar das péssimas condições de suas embarcações, estas empresas não realizam as manutenções necessárias e o que se observa diariamente, são insatisfação, revolta, indgnação e muito medo das pessoas que têm neste meio de transporte marítimo, a maneira mais prática de chegarem aos seus destinos. Vez por outra, imagens circulam nas redes sociais mostrando “fumaceiro” e muito barulho vindo da casa de máquinas dos ferrys, desconforto esses, que têm tirado o sono dos passageiros.

Banheiros de um dos ferry-boat interditado por problemas


Na manhã desta quinta-feira (23), problemas de ordem estrutural impediu pessoas de usarem o banheiro de um dos ferry-boats. O motivo seria o entupimento na tubulação hidráulica/sanitária.

A causa de tanto desgaste destas embarcações é o tempo de uso e reparos paliativos, feitos inclusive, com a substituição de peças por outras de “segunda mão”, em desuso e vindas de outras praças. A falta de ferry-boats reservas também favorece a depreciação destes veículos marítimos que seguem várias viagens por dia.

Vale destacar que nos dois postos de venda de passagens (Ponta da Espera e Cujupe), o usuário têm como única opção para a compra de passagens, pagamento à vista em dinheiro. Portanto, falta de recursos não é desculpa para nenhuma dessas duas empresas. Com a palavra, a MOB e a Capitania dos Portos!

Do Hora Extra

Ex-prefeito é condenado a ressarcir quase R$ 5 milhões por prejuízos causados ao município de Cantanhede

O ex-prefeito da cidade de Cantanhede (MA), Raimundo Nonato Borba Sales, foi condenado a ressarcir aos cofres públicos R$ 4.925.456,90 por prejuízos causados ao município. A decisão foi dada pelo juiz da comarca, Paulo do Nascimento Junior, no julgamento de Ação de Improbidade Administrativa ajuizada pelo Município de Cantanhede.

O ex-prefeito também foi condenado à suspensão dos direitos políticos (pelo prazo de 08 anos), à proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente (pelo prazo de 10 anos) e ao pagamento das custas processuais.

O ex-gestor foi denunciado pela prática de ato de improbidade administrativa, enquadrada no artigo 10 da LIA - Lei de Improbidade Administrativa (nº 8.429/92), segundo o qual “constitui ato de improbidade administrativa que causa lesão ao erário qualquer ação ou omissão, dolosa ou culposa, que enseje perda patrimonial, desvio, apropriação, malbaratamento ou dilapidação dos bens...”.

O Município, autor da ação, sustentou não ter sido feita a prestação de contas anual do exercício financeiro de 2007, durante o período em que o demandado esteve à frente do executivo (janeiro a junho daquele ano). Relatou que o valor total dos recursos recebidos pelo Município de Cantanhede sem prestação de contas é de R$ 4.925.456,90, com prejuízo ao erário.

Informou, ainda, que os valores foram repassados diretamente pelo Governo Federal via recursos do FPM (Fundo de Participação dos Municípios), FUNDEB (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação), FUS (Fundo Único de Saúde), ITR (Imposto Sobre a Propriedade Territorial Rural) e CIDE (Contribuições de Intervenção sobre o Domínio Econômico).

RELATÓRIO – De acordo com informação dos autos, Relatório de Inspeção (n.º 014/2007 – UTEFI) elaborado pelo Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE-MA) demonstra que o réu deixou de prestar contas e causou prejuízo ao erário com o desvio de R$2.353.381,57-f. 74 e perda patrimonial de R$3.928.645,26-f. 75.

Em seu julgamento, o juiz considerou evidente a existência de dolo na conduta do ex-gestor. “Consoante Relatório de Inspeção 014/2007 - UTEFI, o réu apresentou contas com saldo de caixa fictício, promoveu saques nas contas da prefeitura mesmo afastado por ordem judicial, omitiu informações para prejudicar o trabalho do Egrégio Tribunal de Contas. O réu praticou ato de improbidade que causou lesão ao erário. Dolosamente, provocou perda patrimonial e desvio de recursos públicos”, enfatizou a decisão.

No entendimento do magistrado, a improbidade administrativa “é um dos maiores males envolvendo a máquina administrativa de nosso país e um dos aspectos negativos da má administração que mais justificam a implementação de um maior controle social”.

quarta-feira, 22 de janeiro de 2020

TJ anula eleição da Câmara de vereadores de Cândido Mendes

O Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA) cancelou a eleição para a presidência da Câmara Municipal de Cândido Mendes nesta quarta feira dia 22.

No pleito, realizado no dia 19 de Março de 2019, o vereador Edmilson Ramos Pinto (PV) foi eleito presidente da Casa, mas com a decisão do TJ está anulada todos os atos praticados em 2018 pela Câmara Municipal de Cândido Mendes que teve com Autor: Procurador Geral de Justiça.

Em documento obtido com exclusividade pelo Blog do Neto Weba ,mostra que o Tribunal de Justiça do Maranhão extraiu da Ata assinada da Quarta Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Cândido Mendes e da Certidão de Publicação colacionada a página 608 do PJe que atestou a aprovação da alteração da Lei no Diário Oficial do Município. Ainda segundo documento a referida Lei foi votada e aprovada em um único dia.

De acordo com a Constituição Federal, a Lei Orgânica deve ser votada em dois turnos, com intervalo mínimo de 10 dias. Além das mesmas exigências, a Constituição do Maranhão exige que seja aprovada por dois terços da Câmara Municipal.

O Ministério Público, em 26 de setembro de 2019, entrou com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin), com pedido de medida cautelar, em virtude da aprovação e promulgação irregular da Lei Orgânica do Município de Cândido Mendes, em 16 de março de 2018.

Na Adin, o então procurador-geral de justiça em exercício, Francisco das Chagas Barros de Sousa, destacou que, em Cândido Mendes, a lei foi votada e aprovada em turno único e em único dia. O trâmite legislativo do Projeto de Lei nº 01/2018 apresenta vício formal insanável. A inconstitucionalidade formal é declarada em função de falhas ou omissões no curso do processo legislativo.

Confira o documento do TJ na Integra:


Polícia prende funcionários que desviavam mercadorias a clientes ‘fantasmas’ no MA

Prisão aconteceu na terça-feira (21) e os três funcionários trabalhavam em uma loja da cidade de Imperatriz.



Polícia apreendeu as mercadorias da loja que os funcionários suspeitos vendiam — Foto: Divulgação/Polícia

A Polícia Civil do Maranhão prendeu em flagrante na terça-feira (21) três funcionários de uma loja que são suspeitos de desviavam mercadorias a clientes “fantasmas” no município de Vila Nova dos Martírios.

Segundo a polícia os funcionários suspeitos, que não tiveram as suas identidades reveladas, foram presos pela prática dos crimes de estelionato, apropriação indébita e associação criminosa.

De acordo com a investigação policial, os suspeitos eram funcionários de uma loja da cidade de Imperatriz, a 626 km de São Luís, e utilizavam documentos falsos de supostos clientes para aprovarem crédito junto à loja que trabalhavam e junto à financeira Losango.

Após a financeira liberar o crédito, as mercadorias eram entregues aos referidos funcionários para que efetivassem a entrega das mercadorias aos supostos clientes, mas tais mercadorias eram vendidas pelos funcionários, pois tais clientes nunca existiram.

A polícia disse que as investigações prosseguem em relação aos eventuais crimes de falsificação e uso de documento falso. Os suspeitos foram encaminhados à unidade prisional de Açailândia, a 652 km da capital, onde vão ficar à disposição da Justiça.


Por Márcia Carlile, G1 MA

Compartilhe

Postagem em destaque

Real Godofredense estreia com vitória por 1x0 sobre o Juventus na Copa Moral de Clubes

O  Real Godofredense  estreou com triunfo na Copa Moral de Clubes. Em duelo disputado neste sábado (25), na Arena Ferreirão, o time do r...