quinta-feira, 31 de maio de 2018

Petroleiros suspendem greve; Petrobras informa que refinarias operam

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) classificou como “vitoriosa” a greve temporária deflagrada nesta terça-feira (29) e suspensa hoje (31). Para o coordenador-geral da entidade sindical, José Maria Rangel, a paralisação chamou a atenção para uma pauta que extrapola às reivindicações da categoria.

“Conseguimos dialogar diretamente com a pauta da sociedade, que não aguenta mais pagar o preço abusivo que está sendo cobrado no litro da gasolina, do óleo diesel e também pelo botijão de gás”, disse Rangel em vídeo compartilhado pelas redes sociais. 

Esta tarde, a Petrobras informou que todas as suas unidades já voltaram a operar. Em 95% delas, a greve já havia sido encerrada. Nos 5% restantes, equipes de contingência estavam atuando para normalizar a situação. Segundo a estatal, não houve impactos para a produção e nem há risco de desabastecimento.

No vídeo, o coordenador da FUP critica a gestão do atual presidente da Petrobras, Pedro Parente, pela política de preços atualmente em vigor. Os petroleiros criticam o aumento dos preços do gás de cozinha e derivados e cobram a retomada da produção plena das refinarias do país.

Rangel também critica a Justiça trabalhista, que julgou a greve ilegal. O Tribunal Superior do Trabalho (TST) determinou uma multa diária de R$ 500 mil ao movimento. Posteriormente, aumentou o valor de eventuais sanções para R$ 2 milhões. “A Justiça do Trabalho está ao lado do capital, da criminalização dos movimentos sociais.”

Esta manhã, a FUP recomentou que os petroleiros de todo o país suspendessem a greve e retornassem a suas atividades. No primeiro momento, a entidade chegou a anunciar que a suspensão representa um recuo momentâneo e necessário para a construção de uma paralisação por tempo indeterminado.

Fonte: Agência Brasil

Capotamento mata uma pessoa na BR 135 em Itapecuru-Mirim


Foto Reprodução: PRF

Um acidente ocorrido na manhã desta quinta-feira (31), na altura do km 103 da BR 135, no Povoado Colombo, município de Itapecuru Mirim-MA, com uma saída de pista seguida de capotamento, resultou na morte da passageira de um veículo passeio.
Informações preliminares repassadas pela Polícia Rodoviária Federal dão conta de que o condutor perdeu o controle do veículo VW/Gol azul de placas KCZ 9847, de São Luís-MA, saiu da pista e capotou. A vítima foi identificada como Eliane Marques dos Santos. O condutor, de 35 anos de idade, que não teve o nome divulgado, teve lesões leves.
Um veículo do Corpo de Bombeiros levou o condutor ferido e a mulher (óbito) para o Hospital Regional de Itapecuru Mirim.
Foto Reprodução: PRF

Flávio Dino se reúne com prefeitos e confirma ações para Turilândia e Porto Rico

Flávio Dino se reúne com prefeitos e confirma ações para Turilândia e Porto Rico. (Foto: Gilson Teixeira)

Nesta quarta-feira (30), o governador Flávio Dino recebeu, no Palácio dos Leões, os prefeitos Alberto Magno (de Turilândia) e Tatyana Mendes (de Porto Rico). Na ocasião, eles discutiram os novos investimentos do Governo do Estado para os municípios.

Além do Mais Asfalto, que já levou recuperação de vias urbanas para mais de 170 cidades, foram discutidas ações para as áreas de saúde e educação.

“Foi uma reunião muito boa, o governador atendeu todas as nossas demandas e garantimos o Mais Asfalto e apoio para a saúde”, afirmou a prefeita Tatyana Mendes.

“Sempre temos esse apoio do Governo do Estado. E no momento de crise nacional que vivemos, é fundamental”, completou.

O prefeito Alberto Magno também gostou da reunião: “Foi excelente, fomos bem recebidos e tenho certeza que o governador vai levar o que acertamos aqui para o município”.

A certeza, de acordo com o prefeito, vem das outras ações que já foram executadas em Turilândia: “Já conseguimos uma ambulância, que foi muito bem-vinda à nossa cidade, para as pessoas que precisavam. E também está vindo o Mais Asfalto, já tivemos reforma da escola estadual, três Escolas Digna, entre outras ações”, comentou o prefeito.

Prefeitura de São Luís anuncia concurso público para Secretaria de Fazenda

O prefeito Edivaldo anunciou, nesta quarta-feira (30), concurso público para o provimento de 10 vagas mais cadastro de reserva para o cargo de Auditor Fiscal de Tributos na Secretaria Municipal de Fazenda (Semfaz). O edital está disponível no site do Diário Oficial do Município (www.saoluis.ma.gov.br) e no endereço eletrônico da empresa executora do certame, Fundação Carlos Chagas (www.concursosfcc.com.br). Trata-se do segundo concurso público promovido pela Prefeitura de São Luís este ano. O primeiro foi para a área da Assistência Social. Entre os concursos já realizados na gestão do prefeito Edivaldo estão ainda para a área da Educação, Procuradoria-Geral e Controladoria-Geral do Município.
A Secretaria Municipal de Administração (Semad) conduzirá o certame. Segundo a titular da pasta, Mittyz Rodrigues, após o concurso para a Assistência Social realizado este ano, a abertura de vagas para provimento efetivo na Secretaria Municipal de Fazenda reafirma o cumprimento do cronograma de concursos públicos da gestão do prefeito Edivaldo. “A expectativa em torno do preenchimento de novas vagas de Auditor Fiscal de Tributos reflete a importância desse cargo para os serviços prestados pela Secretaria de Fazenda aos cidadãos, consolidando a política de valorização do servidor. São avanços para um serviço público de qualidade e a melhoria na arrecadação municipal”, disse a secretária.
Vagas e inscrições
O concurso público será executado pela Fundação Carlos Chagas. O edital contempla 10 vagas para o cargo de Auditor Fiscal de Tributos I, sendo oito vagas para a área de Abrangência Geral e duas para a de Tecnologia da Informação. A remuneração total inicial do cargo é de R$ 10.181,24.
As inscrições serão realizadas via internet no site www.concursosfcc.com.br, das 10h do dia 7 de junho de 2018 às 14h do dia 28 de junho de 2018. A taxa de inscrição é de R$ 200,00. Os pedidos de isenção devem ser feitos também por meio do site no período de 7 de junho de 2018 a 13 de junho de 2018.
As provas serão aplicadas em São Luís no dia 29 de julho de 2018 nos períodos da manhã e tarde, sendo o processo avaliativo constituído de provas objetiva e discursiva (a serem realizadas no mesmo dia e com caráter habilitatório e classificatório) e avaliação de títulos (com caráter classificatório). O Edital de Abertura nº. 001/2018 está publicado no Diário Oficial do Município nº 100 desta quarta-feira (30).

COMUNICADO | VIVA/PROCON não funcionará quinta e sexta em Godofredo Viana

Fachada do Viva/Procon em Godofredo Viana
Nesta quinta feira (31) e sexta-feira (01 de JUNHO), não será realizado atendimento na unidade do VIVA/PROCON de Godofredo Viana. No dia 04,segunda feira, todos os serviços retornam normalmente.

Em nota, o órgão afirmou que o atendimento será interrompido devido o decretado de feriado e ponto facultativo do estado.

O órgão agradece a compreensão e deseja um bom feriado a todos!

#FIQUEATENTO

quarta-feira, 30 de maio de 2018

Resgate de cotas do fundo PIS/Pasep é liberado para todas as idades

O pagamento das cotas dos fundos dos programas de Integração Social (PIS) e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) podem injetar R$ 39,5 bilhões na economia brasileira. Até o dia 29 de junho deste ano, qualquer pessoa titular de conta do PIS/Pasep pode sacar os recursos que tiver. O prazo ainda pode ser estendido pelo governo até 28 de setembro.

A estimativa foi divulgada hoje (30) pelo Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, com a aprovação pelo Senado, na última segunda-feira (28), do Projeto de Lei de Conversão 8/2018, decorrente da Medida Provisória (MP) 813/2017, que permitiu os saques. A lei entra em vigor após a sanção presidencial.

Do total, R$ 4,9 bilhões já foram resgatados pelos cotistas e R$ 34,6 bilhões ficarão disponíveis para serem sacados no Banco do Brasil e na Caixa Econômica Federal. O público total beneficiado pela medida é de 28,7 milhões de pessoas e, dessas, cerca de 3,4 milhões já fizeram o saque.

Desde a criação do PIS/Pasep, em 1971, o saque total só podia ser feito quando o trabalhador completasse 70 anos, se aposentasse ou tivesse doença grave ou invalidez. No segundo semestre do ano passado, o governo tinha enviado ao Congresso duas MPs reduzindo a idade para o saque, sem alterar as demais hipóteses de acesso a esses recursos. Com a aprovação da medida mais recente, cotistas de todas as idades ou seus herdeiros poderão sacar os recursos de contas inativas do PIS/Pasep. 

Quem tem direito

Tem direito ao saque as pessoas que trabalharam com carteira assinada antes da Constituição de 1988. Quem contribuiu após 4 de outubro de 1988 não tem direito ao saque. Isso ocorre porque a Constituição, promulgada naquele ano, passou a destinar as contribuições do PIS/Pasep das empresas para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), que paga o seguro-desemprego e o abono salarial, e para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Para saber se tem direito ao benefício, o trabalhador pode acessar os sites www.caixa.gov.br/cotaspis (a partir de 4 de junho) e www.bb.com.br/pasep.

Nos próximos dias, o Ministério do Planejamento detalhará os cronogramas de saques. Aqueles que tiverem conta corrente na Caixa Econômiva Federal ou no Banco do Brasil terão o depósito feito automaticamente. Os demais cotistas poderão fazer os saques diretamente nas agências bancárias.

Fonte: Agência Brasil Brasília

Governo entrega Escola Digna e anuncia urbanização de ponto turístico em Morros

João Batista Figueiredo é dono de bar
nas imediações do Rio Una e agradece a nova beira-rio.
(Foto: Handson Chagas)
A comitiva do Governo do Estado cumpriu extensa agenda de entregas e anúncios na cidade de Morros nesta quarta-feira (30). Entre as ações levadas ao município em parceria com a prefeitura da cidade, a entrega de uma Escola Digna e o anúncio do início das obras de urbanização da orla do Rio Uma, ponto turístico importantíssimo para a região do Munim.

Com a presença do governador Flávio Dino, secretários de governo e municipais, presidentes de órgãos e gestores municipais, a população morroense era só alegria com nova beira-rio da cidade. São pessoas como João Batista Figueiredo, dono de bar nas imediações do Rio Una. “O turista tem que chegar aqui e achar uma coisa melhor, hoje aqui só tem essa piçarra. Com a vinda dos bloquetes e da organização que prometeram, vai ficar tudo melhor para gente”, conta o comerciante de 76 anos.

O governador Flávio Dino fez questão de destacar os investimentos realizados para melhorar a infraestrutura da região do Munim.

“Temos muitas ações nessa região, já entregamos viaturas, ambulâncias, ônibus escolares, o Mais Asfalto tem passado por aqui, entre outras coisas. Estamos hoje, aqui em Morros, iniciando obras e fazendo entregas muito importantes como uma Escola Digna e o início dessa grande obra de infraestrutura turística que é a urbanização do balneário do Rio Una”, destaca Flávio Dino.

Luzivaldo dos Santos da Silva acredita que a urbanização vai atrair turistas. (Foto: Handson Chagas)

Luzivaldo dos Santos da Silva é caseiro e também acredita na melhoria que a urbanização vai levar para a movimentação turística na cidade. “Com a urbanização desse lugar, tudo melhora, inclusive a coleta de lixo. São essas coisas que ajudam a atrair mais turistas e ajudam tanto quem vem banhar no rio quanto quem precisa da movimentação de turistas para garantir seu sustento”, conta o morador.

No conjunto de benefícios está incluída a pavimentação da orla com blocos de concreto, instalação de quiosques e construção de lanchonetes ao longo da margem do rio, além de sinalização. O projeto contempla ainda a construção de passeio, piso cerâmico e cimentado, pintura interna e externa, além de elementos de acessibilidade.

Escola Digna
São 138 alunos beneficiados com a nova escola em Boca do Campo. (Foto: Handson Chagas)

Complementando a agenda na cidade de Morros, o governador Flávio Dino entregou mais uma unidade do Programa Escola Digna. No povoado Boca do Campo, a antiga escola com prédio emprestado pela paroquia local foi trocada por uma nova unidade que passa a abrigar a Escola Municipal São Félix.

Entrega que, segundo o prefeito de Morros, Sidrack Feitosa, é um marco na história do município. “Sem dúvida nenhuma que essa data, a vinda, pela primeira vez, de um governador até um povoado de nossa cidade, é uma data que vai ficar na história de Morros”, destaca.

“É um prédio completamente equipado e mobiliado com quatro salas e poço para melhorar a vida das pessoas. Essa é a intenção do Governo Flávio Dino e é o objetivo do Programa Escola Digna, que é levar dignidade e melhoria para todos”, afirma o secretário da Educação, Felipe Camarão.

Além de uma Escola Digna, o povoado Boca do Campo
ganhou sistema de abastecimento de água.
(Foto: Handson Chagas)

Alunos como Adrielle Cardoso dos Santos, de 13 anos, que sempre sonhou com uma escola de verdade. “Estou muito feliz com essa nova escola porque a gente tinha aula numa escolinha muito pequena. Agradeço muito por essa nova escola”, afirma a aluna.

Felicidade compartilhada também com os funcionários da escola como Maria Odete Araújo, zeladora e avó de dois alunos da unidade. “Nós esperamos muito por esse momento, que é muito especial e vai mudar a realidade dos alunos. Sou zeladora da escola e tenho dois netos que terão a oportunidade de continuar os estudos numa escola digna”, afirma dona Odete.

Novo Cidadão

Em agradecimento às importantes ações desenvolvidas pelo Governo do Estado na cidade, a Câmara de Vereadores de Morros aproveitou a ida do governador Flávio Dino à cidade para conceder o Título de Cidadão Morroense ao gestor do Estado, que foi entregue pelo presidente da Câmara, o vereador Eraldo Lopes Araújo.
Flávio Dino recebeu o Título de Cidadão Morroense. (Foto: Handson Chagas)

Manifestantes bloqueiam MA 006 principal entrada da cidade de Pinheiro



Na manhã desta quarta-feira (30) manifestantes bloquearam a MA 006  principal entrada da cidade de Pinheiro na Baixada Maranhense. O protesto aconteceu na altura da Ponte José Sarney.

O movimento foi em protestos as políticas do governo Temer, que teve inicio nas redes socais no fim da tarde desta terça-feira (29). O Comando do 10º BPM de Pinheiro foi comunicado pelos organizadores.

Segundo o Comandante Diniz, logo que o Comunicado chegou ao batalhão, a informação foi repassadas aos superiores da capital, e orientação foi para fazer a segurança do protesto que durou por quase 4 horas.


Umas das principais reivindicações é o preço abusivo do combustível e as contentas altas. Filas quilométricas de carros se formaram de ambos os lados da Ponte José Sarney. Apenas veículos que prestam serviços essenciais como Ambulâncias e carros de Bombeiros eram liberados.

Ainda pela manhã as vias foram desobstruídas e o trânsito voltou ao normal.

Governo intensifica ações voltadas para secas e inundações

Nova estrutura conta com equipamentos que pretende ampliar a visão de atuação do setor para atender as metas estabelecidas pela ANA. (Foto: Divulgação)

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA) recebeu uma nova reestruturação da Sala de Situação, que funciona como um centro de prevenção, monitoramento e mapeamento de eventos hidrológicos, integrado à Agência Nacional de Águas (ANA).

A nova estrutura conta com equipamentos que pretende ampliar a visão de atuação do setor para atender as metas estabelecidas pela ANA, além de intensificar as ações voltadas para secas e inundações.“A Sala de Situação tem o objetivo de contribuir para a gestão integrada de bacias hidrográficas e identificação de eventos extremos, mediante acompanhamento e previsão das condições hidrometeorológicas, que é o ramo das Ciências Atmosféricas que trata do ciclo da água na atmosfera e na superfície”, explicou o Coordenador da Sala de Situação da SEMA, Silvio Duailibe.

Ele, ainda, complementou: “a finalidade é minimizar os efeitos adversos de secas e inundações, e para atingirmos estes propósitos são utilizados dados de monitoramento de chuvas, de níveis e vazões dos rios, de operação dos principais reservatórios, previsões de tempo e clima de modelos hidrológicos, e de registros de ocorrências de situação de emergência ou estado de calamidade pública nos municípios”.

Sobre a sala de situação

A Sala de Situação funciona como um centro de gestão de situações críticas e subsidia a tomada de decisão por parte do órgão gestor de recursos hídricos estadual, identificando possíveis ocorrências de eventos críticos por meio do acompanhamento das condições hidrológicas dos principais sistemas hídricos do Estado. Dessa maneira, permite a adoção de medidas preventivas e mitigadoras dos efeitos de secas e inundações. Além do monitoramento dos sistemas de alerta existentes, a Sala de Situação também emite avisos quando são detectadas situações de anormalidade hidrológica em algum rio ou reservatório por ela monitorado.

Prêmio principal da Mega-Sena pode pagar hoje R$ 30 milhões

A Mega-Sena pode pagar hoje (30) o prêmio de R$ 30 milhões ao apostador que acertar os seis números.

O sorteio do Concurso 2.045 está previsto para as 20h (horário de Brasília) no Caminhão da Sorte que está na cidade de Jataí, em Goiás.

Segundo a Caixa, o dinheiro do prêmio, aplicado na poupança, renderia mais de R$ 114 mil por mês.

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) desta quarta-feira, em qualquer casa lotérica credenciada pela Caixa em todo o país. A aposta mínima custa R$ 3,50.

Por Agência Brasil 

Tribunal devolve a Lula prerrogativas de ex-presidente da República

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva terá restabelecidos os direitos e as prerrogativas garantidos aos ex-presidentes da República. Os benefícios incluem dois motoristas, quatro seguranças e dois assessores, além de dois carros oficiais. Os direitos são garantidos pela Lei 7.474/86. Há 12 dias, uma decisão anterior da Justiça suspendeu esses direitos de Lula.

Porém, hoje (29) o Tribunal Regional Federal (TRF) da 3ª Região atendeu ao pedido da defesa do ex-presidente e assegurou o retorno dos benefícios. A decisão foi proferida pelo desembargador federal André Nabarrete Neto.

Ex-presidente Lula teve prerrogativas retiradas
após ação popular ajuizada no interior de São Paulo
(Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
“A simples leitura dos dispositivos mencionados evidencia que aos ex-presidentes da República são conferidos direitos e prerrogativas [e não benesses] decorrentes do exercício do mais alto cargo da República e que não encontram nenhuma limitação legal, o que obsta o seu afastamento pelo Poder Judiciário, sob pena de violação ao princípio da separação dos Poderes”, diz a decisão judicial.

Nabarrete Neto suspendeu os efeitos da decisão do último dia 17, do juiz Haroldo Nader, da 6ª Vara Federal de Campinas (SP), que havia cancelado tais direitos e prerrogativas.

A retirada dos benefícios foi solicitada em uma ação popular, sob a justificativa de que não seriam mais necessários em virtude da prisão do ex-presidente, que desde 7 de abril cumpre pena estabelecida pelo juiz Sérgio Moro na carceragem da Polícia Federal, em Curitiba (PR).

Lula foi condenado a 12 anos e um mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro. Ele condenado por ter sido beneficiado com o repasse de R$ 3,7 milhões para a compra e reforma do triplex no Condomínio Solaris em Guarujá (SP).

 Fonte: Agência Brasil 

Governo expande acesso gratuito à internet para mais de 40 mil pessoas em 61 cidades



A partir dessa terça-feira (29), cerca de 40 mil pessoas em 61 municípios passarão a contar com o acesso gratuito à internet oferecido pelo Governo do Maranhão. 

A expansão do Maranet foi anunciada em solenidade realizada no Palácio Henrique de La Rocque, em São Luís. Na ocasião, o governador Flávio Dino assinou termo de cooperação com as empresas e os municípios que serão beneficiados nesta etapa do programa. 

“Vivemos uma era em que a internet é essencial para que possamos aperfeiçoar o processo de acesso a direitos. Isso se refere à comunicação e à informação, mas também se refere à educação, a serviços públicos de um modo geral”, comentou o governador.

“É um direito tipicamente do século 21 que estamos atendendo diante de uma política pública estruturada que já vem sendo desenvolvida e agora é expandida para esses 61 municípios. E nós vamos continuar com esse programa até chegar às 217 unidades territoriais do estado”, completou. 

Com os 14 pontos criados desde 2015, e já presentes nas cidades de Vitória do Mearim, Pinheiro, Pindaré-Mirim, Arari, Imperatriz e Coroatá, a atual rede terá 75 pontos de wi-fi grátis disponíveis em feiras livres e locais de fácil acesso. 

Cidades conectadas

A iniciativa é parte de um programa maior chamado Cidadania Digital, que leva conexão e também oportunidades aos municípios. 

“É de suma importância, o município fica mais conectado, já temos um ponto de internet colocado pela prefeitura e esse ponto do Governo do Estado vai fortalecer o processo de comunicação, que é importante principalmente para os estudantes”, afirmou o prefeito de Santa Helena, Zenildo Almeida.

O prefeito de Tuntum e presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão, Cleomar Tema, falou do apoio do governo: “Importante especialmente para os pequenos e médios municípios que ficam distantes e, com o apoio do Governo, têm acesso à internet”, afirmou Tema. 

Expansão

A assinatura dos Termos de Cooperação Técnica foi feita entre a Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) com provedores de internet habilitados e com as prefeituras dos municípios que receberão a Maranet. 

“Essa foi a primeira etapa de uma grande expansão do Maranet. Ela é resultado de um chamamento que fizemos a provedores que identificaram as cidades aptas a receber os pontos de internet”, explicou o secretário da Secti, Davi Telles. 

Após viabilizadas as questões técnicas, os provedores vão oferecer, sem custos, o sinal de internet. As prefeituras se responsabilizarão pela energia elétrica nos pontos. 

“Uma composição de parceria tripartite em que o Governo do Maranhão faz a gestão, o microoemprendedor provedor tem chance de oferecer seus serviços e fortalecer sua marca e a população do Maranhão vai ter acesso a internet de qualidade, de maneira gratuita e contínua”, acrescentou Davi Telles.

O wi-fi grátis e de alta velocidade será instalado em praças, feiras livres e locais que possibilitem a participação da população. Os novos municípios beneficiados serão: Santa Inês, Pindaré Mirim, Vitória do Mearim, Arari, Bom Jardim, Zé Doca, Santa Luzia do Paruá, Colinas, Mirador, Jatobá, Passagem Franca, Barreirinhas, Tutóia, Paulino Neves, Água Doce do Maranhão, Araioses, Tufilândia, Alto Alegre do Pindaré, Turiaçu, Bacuri, Apicum Açu, Penalva, Nova Olinda do Maranhão, Bacabeira, Santa Rita, Rosário, Morros, Cachoeira Grande, Icatu, Presidente Juscelino, Itapecuru Mirim, Vargem Grande, Chapadinha, Urbano Santos, Belágua, São Benedito do Rio Preto, Coroatá, Pirapemas, Cantanhede, São Mateus, Alto Alegre, Peritoró, Codó, Alcântara, Bequimão, Pinheiro, Cajapió, São Vicente de Ferrer, São João Batista, Matinha, Viana, Cururupu, São José de Ribamar, Santa Helena, Turilândia, Mirinzal, Porto Rico, Guimarães, Central do Maranhão, Cedral e Serrano.

terça-feira, 29 de maio de 2018

Vídeos mostram incêndio no Hotel Rio Poty em Teresina; confira

Um incêndio atingiu o Rio Poty Hotel, localizado na Avenida Marechal Castelo Branco, no bairro Ilhotas, em Teresina no Piauí, nesta terça-feira (29). Militares do Corpo de Bombeiros foi acionado e tentam debelar o sinistro que se concentra nos últimos andares do prédio. As causas do incêndio ainda serão investigadas.
Segundo informações preliminares, alguns hóspedes estão descendo pelo parapeito do hotel e alguns chegaram a usar lençóis amarrados para deixar as sacadas.
No local há ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) para socorrer possíveis vítimas. Mas até o momento não há ninguém ferido.
Veja (acima e abaixo) as imagens publicadas pelo site Observatório dos Cocais.

Vídeo: em um só dia, PRF escolta 200 veículos de carga no Maranhão

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou somente nesta segunda-feira (28) no Maranhão, diversas escoltas de caminhões e carretas para o interior do estado, que totalizaram mais de 2oo veículos de carga beneficiados.
Os trabalhos começaram na terça-feira da semana passada, um dia após o início do movimento grevista dos caminhoneiros. Foram centenas de veículos que contaram com o aparato policial da PRF no Maranhão. A maior quantidade de veículos escoltados foi saindo de São Luís, onde está localizado o complexo portuário do Maranhão, um dos maiores do país.
No terceiro dia de manifestação o complexo portuário foi cercado por quatro pontos de bloqueios a veículos de carga. A intenção do movimento grevista era evitar a saída de produtos do Porto, especialmente de combustíveis. O ponto que impedia a passagem para a capital, no acesso da BR 135, em frente à Liquigás, foi desfeito com a intervenção policial, o que normalizou o abastecimento na Ilha de São Luís. Em seguida, começaram os batedores para o interior do estado e para o estado do Piauí, que também recebe diversos produtos a partir da região portuária de São Luís.
Por volta do meio dia de segunda-feira, foi realizado um batedor de cerca de 18 veículos saindo do Porto em direção a Caxias e Teresina. Às 20h outro comboio com cerca de quarenta veículos de carga também saiu da região portuária com destino ao interior do estado. Uma equipe PRF fez uma escolta de Codó para Caxias e Teresina/PI. Doze carretas transportavam combustível e dez levavam gás GLP (gás de cozinha). Esse trabalho contou com quatro equipes da PRF e duas da Policia Militar de Caxias. No dia anterior, um comboio PRF e Polícia Militar, formado por mais de trinta caminhões, transportou combustível de Açailândia para Imperatriz, o que garantiu o abastecimento na segunda maior cidade do Estado.
Uma equipe do Núcleo de Operações Especiais da PRF fez 4 escoltas com aproximadamente cento e vinte veículos. Durante a noite /madrugada o NOE realizou a última escolta, com cerca de setenta caminhões e carretas.
Equipes do Exército Brasileiro participaram ao menos de duas escolas nesta segunda-feira. Os trabalhos continuarão enquanto durar os bloqueios de caminhoneiros a veículos de carga.
Via Blog do Minard

OPINIÃO | Caçada à liberdade de imprensa

Robson Paz
Robson Paz em artigo.

"A censura que tentam impor à Timbira é prática diária dos meios de comunicação sob controle daqueles que ora acusam a emissora.", afirma 

Na semana em que o Brasil lamentou a perda de Alberto Dines, um dos mais notáveis jornalistas do país, o Maranhão foi surpreendido com anúncio feito pelo jornal “O Estado do Maranhão”, de propriedade do ex-senador José Sarney, de que o grupo político por ele liderado quer fechar a Rádio Timbira AM por até seis meses.

Com injustificado ar de regozijo, o jornal afirma que há quatro representações contra a emissora estatal na Justiça Eleitoral, Ministério Público Eleitoral e no Ministério das Comunicações, sob inconsistente argumento de que o veículo estaria sendo indevidamente usado com fins eleitorais.

Embora não seja novidade, é inusitado que o grupo que detém o maior conglomerado de comunicação do estado proponha fechar a única emissora de rádio pertencente ao povo do Maranhão.

Não há registro de qualquer desrespeito à legislação pela Nova 1290 Timbira AM. No período pré-eleitoral, a lei veda aos veículos de comunicação pedido explícito de voto, fato que jamais ocorreu na emissora.

Pelo contrário, a linha estabelecida na rádio é explícita para que todo o esforço da equipe seja voltado à prática de jornalismo ético, democrático e responsável.

O jornal do ex-senador Sarney faz referência a fato comprovadamente inexistente. A transmissão do ato político do ex-presidente Lula pela Timbira. O monitoramento da rádio exigência da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) demonstra que tal evento público jamais foi transmitido. Naquele ato, houve sim cobertura jornalística, pois se tratava de fato de interesse público. Conduta adotada pela emissora em atos de outros líderes presidenciáveis que visitaram o Maranhão, como Ciro Gomes (PDT), Geraldo Alckmin (PSDB), João Dória (PSDB), Guilherme Boulos (PSol), Rodrigo Maia (DEM). Aliás, pluralidade de vozes proporcionada também em nível estadual com reportagens que tiveram como protagonistas políticos de diferentes correntes ideológicas.

A Rádio Timbira, antes proibida pelo governo anterior de colocar ouvintes no ar, hoje se constitui no mais democrático espaço para a livre manifestação independentemente de ideologia, credo ou gênero em toda a programação. Isto resguardados os marcos da civilidade e do respeito ao regramento constitucional. Não cabem, pois, os argumentos das quatro representações que tentam colocar mordaça na primeira rádio do Maranhão. Isto posto, só resta uma explicação para que a emissora estatal incomode poderosos do estado: o jornalismo.

Sim, em pleno século 21, praticar jornalismo sério no Maranhão, dar voz a quem antes não tinha, é ato impensável para censuradores. Talvez porque seus arsenais midiáticos não informem a população sobre ações de interesse público nas mais diversas áreas.

A censura que tentam impor à Timbira é prática diária dos meios de comunicação sob controle daqueles que ora acusam a emissora. Por tudo isto, convido publicamente os autores das representações, os deputados Eduardo Braide (PMN), Adriano Sarney (PV), Andreia Murad (PRP) e Hildo Rocha (MDB), para entrevistas, ao vivo, em nossos estúdios. Oportunidade para demonstrar uma vez mais o caráter democrático e plural da Rádio Timbira. A Rádio de todos nós.

Radialista, jornalista, Secretário adjunto de Comunicação Social e diretor-geral da Nova 1290 Timbira AM.

Caminhões-tanque levam combustível ao interior do Maranhão; aulas na rede estadual continuam

Caminhões-tanque levam combustível à capital e ao interior. (Foto: Jardel Scot)


O Governo do Maranhão mantém as ações para reduzir os efeitos da crise federal de combustíveis. Entre as medidas, estão operações para levar combustível à capital e ao interior.


Em Imperatriz, foram até agora 33 caminhões de combustível e gás, sendo 19 para a cidade e 14 para outros municípios da Região Tocantina. A cidade de Balsas recebeu 16 caminhões de combustíveis e alimentos, escoltados pela polícia.

Para a Baixada, foram 16 caminhões-tanque via ferry-boat, e uma nova remessa está prestes a ser feita. Não há prejuízo dos horários no transporte aquaviário, e as embarcações estão operando normalmente.

De sexta-feira (25) até esta segunda (28), quase 200 caminhões-tanque foram abastecidos no Porto do Itaqui com aproximadamente 4 milhões de litros de combustível e seguiram para atender a capital e interior do estado.

A Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap) informa que foram afetadas as movimentações de fertilizantes e celulose. Esta última já foi normalizada nesta segunda-feira (28), com a chegada de carretas que estavam retidas em função do bloqueio na BR-135. As operações de carregamento de soja e cobre, bem como o recebimento de combustíveis, seguem dentro da normalidade.

Saúde

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que adotou todas as medidas para garantir a regularidade do atendimento nas unidades da rede estadual de saúde. Embora alguns insumos e medicamentos, transportados por via terrestre, enfrentem atrasos em razão de bloqueios nas BRs, aos poucos esses itens começam a chegar na Central de Abastecimento.

A Secretaria esclarece ainda que mantém a rotina das unidades da rede estadual, priorizando, por ora, as cirurgias eletivas dos pacientes já internados e os casos de urgência.

Aulas

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) informa que as escolas da Rede Pública Estadual de Ensino funcionaram normalmente nesta segunda-feira (28) e seguirão o calendário letivo previsto.

As aulas da Universidade Estadual do Maranhão (Uema) foram suspensas nesta segunda-feira, mas serão retomadas nesta terça-feira (29).

Água

A Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) informa que está monitorando os estoques de insumos para tratamento de água. A Companhia tem articulado, desde o começo da greve, junto à Polícia Rodoviária Federal (PRF) e ao fornecedor dos materiais, operações para garantir que o fornecimento não seja suspenso. De todo modo, convém alertar a população para fazer uso consciente da água, especialmente durante este período.

TSE decide se réus em ação penal podem ser candidatos à Presidência

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deve decidir hoje (29) se um cidadão que se tornou réu em ação penal pode ser candidato à Presidência da República. Ao menos dois pré-candidatos à Presidência encontram-se na condição de réus: o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que responde a seis ações penais na primeira instância da Justiça Federal, e o deputado Jair Bolsonaro (PSL-RJ), que é alvo de duas ações penais no Supremo Tribunal Federal (STF).

A consulta foi feita pelo deputado Marcos Rogério (DEM-RO), que se baseou no que diz o Artigo 86 da Constituição, segundo o qual o presidente ficará suspenso de suas funções, “nas infrações penais comuns, se recebida a denúncia ou queixa-crime pelo Supremo Tribunal Federal”.

O deputado também mencionou julgamento do STF no qual ficou decidido pelo plenário, em fevereiro de 2017, que réus na linha sucessória da Presidência da República estão impedidos de substituir o presidente.

Para a área técnica do TSE, responder às indagações do parlamentar estaria ainda além da competência da Justiça Eleitoral, pois as perguntas se referem também a questões posteriores à diplomação do candidato vencedor no cargo.

Recomendação

Em parecer encaminhado ao relator, ministro Napoleão Nunes Maia, a área técnica do TSE o aconselhou a não responder ao questionamento, uma vez que não trata “apenas sobre matéria eleitoral, tampouco apresenta a necessária clareza e objetividade para ser respondida; gerando, ainda, multiplicidade de ilações”.

Segundo o parecer, assinado pela analista judiciária Elda Eliane de Almeida, a consulta não é clara por não informar qual seria o objeto da hipotética ação penal contra o candidato, nem em qual instância estaria tramitando neste momento, “o que faz com que o desfecho das indagações antecipe ilação sobre situação concreta que somente poderá ser aferida na data ou após a realização do pleito eleitoral”.

Perguntas 

Confira as perguntas feitas pelo deputado Marcos Rogério (DEM-RO):

1) Pode um réu em ação penal na Justiça Federal candidatar-se à Presidência da República?

2) Em caso de resposta positiva à pergunta anterior, caso eleito e perdurando a condição de réu, ele poderá assumir o mandato de Presidente da República?

3) Em caso de resposta positiva às indagações anteriores, pode um réu em ação penal na Justiça Federal, em razão de denúncia de supostos crimes cometidos no exercício da Presidência da República, em mandato anterior, candidatar-se à Presidência da República?

4) Em caso de resposta positiva à pergunta anterior, caso eleito e perdurando a condição de réu, ele poderá assumir o mandato de presidente da República?

Por Agência Brasil 

Maranhão reduziu de 17% para 2% imposto sobre óleo diesel usado nos ônibus

Redução de impostos teve objetivo de evitar repasse aos passageiros. Foto: Karlos Geromy/Secap

Além de ter a terceira menor carga tributária do Brasil para a gasolina, o Maranhão também reduziu o imposto do óleo diesel para o transporte coletivo. Essa medida está valendo há mais de dois anos, desde que o governador Flávio Dino publicou decreto com a decisão, em 11 de março de 2016. O objetivo foi evitar que houvesse mais repasses aos passageiros.
O decreto alterou o regulamento do ICMS de 2003, reduzindo a base de cálculo do ICMS a fim de alcançar uma carga tributária de 2% para o diesel usado pelas empresas de transporte coletivo de passageiros.
A medida passou a valer para empresas que tenham 80% da frota com licenciamento no Maranhão.
Antes disso, logo no início da gestão, o governador já tinha reduzido a carga tributária a 5% para as empresas de transporte coletivo. Antes, era de 17%.
Gasolina
O Maranhão é o Estado que tem a terceira carga tributária mais baixa sobre a gasolina em todo o país. Isso se reflete no preço da gasolina para o consumidor nas bombas, que aparece constantemente como o mais barato do país na pesquisa semanal feita pela Agência Nacional do Petróleo (ANP).
A carga tributária – que está diretamente ligada ao ICMS – no Maranhão só não é menor que a de Santa Catarina e São Paulo.
“Nós temos uma carga tributária incidente sobre o combustível menor que a da maioria dos Estados porque temos o menor preço médio e uma alíquota também baixa, na comparação com as demais unidades federativas”, diz o secretário de Estado da Fazenda, Marcellus Ribeiro.

Estado antecipa pagamento dos servidores para esta terça-feira (29)

Pagamento será realizado nesta terça-feira, dia 29 de Maio
Os servidores públicos do Estado do Maranhão começam a semana com um boa notícia. O pagamento referente ao mês de maio de 2018 será antecipado para esta terça-feira (29). Na semana passada, governador Flávio Dino havia anunciado que as remunerações seriam pagas na quarta (30), no entanto, por haver viabilidade financeira, isso vai acontecer um dia antes do previsto.

De acordo com o Decreto nº 33.765, de 22 de janeiro de 2018, o pagamento estava planejado para ocorrer no dia 2 de junho, mas, desde o início da atual gestão, vem sendo antecipado.

Contracheque

A versão digital do contracheque de maio já está disponível no Portal do Servidor (www.portaldoservidor.ma.gov.br/portal), que também pode ser acessado por meio do aplicativo, compatível com sistemas operacionais Android e IOS. Para fazer login no Portal, é necessário possuir senha cadastrada.

Caso tenha perdido ou esquecido a sua senha, basta clicar no link “Esqueceu a Senha?”, localizado abaixo do campos CPF e senha do Portal do Servidor, e seguir as instruções. Se a sua senha de acesso nunca foi gerada, clique no botão “Primeiro Acesso”.

A senha também pode ser cadastrada presencialmente na sala do Portal/Ouvidoria do Servidor (localizada no Anexo IV do Centro Administrativo do Estado, no Calhau) ou pelos telefones (98) 3131-4191, 3131-4192 ou 3131-4116. Atenção: o atendimento é realizado preferencialmente de forma presencial.

segunda-feira, 28 de maio de 2018

Ações do Governo do Maranhão para reduzir efeitos da crise federal foram efetivas, dizem empresários

Comboios garantiram distribuição de combustível. (Foto: Gilson Teixeira)

As ações do Governo do Maranhão para levar combustível aos postos de gasolina têm surtido efeito, de acordo com os donos de postos na capital e no interior. O Estado vem organizando comboios com escolta policial para reduzir os impactos da crise federal de combustíveis. Já foram cerca de 200 caminhões-tanque abastecidos no Porto do Itaqui desde o sábado (26).

Para Leopoldo Santos, da Rede Natureza, foi “muito importante o apoio do governo para resolver o problema do abastecimento”. Ele acrescenta que “a gente conseguiu abastecer boa parte dos postos, vamos dar continuidade”.

O empresário participou no fim de semana de uma reunião com o Governo do Maranhão para traçar ações e levar combustível aos maranhenses na capital e no interior.

“Recebemos os donos de postos para garantir essa permanência do aparato de segurança para que a população não sofra maiores impactos do que já vem sofrendo”, disse o secretário da Casa Civil, Rodrigo Lago.

Para Afonso Ribeiro, da Rede Paizão, “essa comunicação do governo é muito importante”. Ele também esteve na reunião.

João Rolim, presidente do Sindicado dos Revendedores de Combustíveis do Maranhão (SindCombustíveis), classificou como “extremamente positiva” a operação montada pelo Governo do Maranhão para abastecer postos de gasolina e serviços essenciais.

“Poucos [governadores] estão fazendo isso”, afirmou João Rolim.

“Estamos em regime sem parar na nossa base, com profissionais se revezando para que consigamos, nas janelas de abastecimento que o governo tem disponibilizado, operar com segurança. Tendo essa segurança, nós temos produto na base para atender”, disse Mauro César Cruz, gerente de varejo da Ipiranga. “Estaremos juntos até o final da crise”, afirmou.

Antônio Nicolau, da Rede Paloma, disse que a “reunião foi muito proveitosa” e que “o Governo pode intervir na parte da segurança, na parte de apoio logístico, nas viagens dos caminhões até os postos”.

Mantida condenação da ex-prefeita de Bom Jardim Lidiane Leite

Lidiane teve os direitos políticos suspensos por cinco anos e deve pagar multa civil.


BOM JARDIM - A 5ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA) manteve sentença do juiz Raul José Duarte Goulart Júnior, que condenou a ex-prefeita do município de Bom Jardim, Lidiane Leite da Silva, à suspensão de seus direitos políticos pelo período de cinco anos; multa civil correspondente a 50 vezes o valor da remuneração que recebia como prefeita; proibição de contratar com o Poder Público por três anos e ressarcimento integral do dano causado ao erário, no valor de R$ R$ 500 mil.

A apelação ajuizada pela autora pretendia a anulação da sentença, argumentando a inexistência de provas e de lesão do patrimônio público, além de considerar desproporcional a pena.

De acordo com o relator, desembargador Raimundo Barros, a não prestação de contas da ex-prefeita ao Tribunal de Contas do Maranhão (TCE-MA) de convênio com o Ministério da Saúde, por meio da Fundação Nacional da Saúde - que tinha como objeto o sistema de esgotamento sanitário - caracteriza lesão aos princípios da administração pública, o que configura ato de improbidade administrativa.

O relator explicou que, ainda que o ato seja considerado genérico, compreende improbidade e caracteriza dolo à administração pública, não sendo necessária a produção de provas de danos ao patrimônio.

Para o desembargador, os fatos apontados na sentença foram suficientes para caracterizar dolo e danos ao erário.

Os desembargadores José de Ribamar Castro e Ricardo Duailibe acompanharam o voto do relator.

DIVULGAÇÃO/TJ-MA

Porto do Itaqui abasteceu 200 caminhões-tanque para reduzir efeitos da crise federal

(Foto: Divulgação)

Para atenuar os efeitos da crise federal de combustíveis, o Governo do Maranhão montou uma força-tarefa a fim de garantir a regularidade dos serviços essenciais. De sexta-feira (25) até esta segunda (28), quase 200 caminhões-tanque foram abastecidos no Porto do Itaqui com aproximadamente 4 milhões de litros de combustível e seguiram para atender a capital e interior do estado.

Até chegar aos tanques de ambulâncias, viaturas de segurança, caminhões de limpeza urbana, ônibus e veículos dos cidadãos maranhenses, o combustível que entra pelo Itaqui faz uma longa viagem que pode começar nos Estados Unidos ou em uma das refinarias da Petrobras. O Brasil conta com 17 refinarias – 13 da Petrobras, que respondem por 98,2% da produção nacional – e outras quatro privadas.

Os granéis líquidos, como gasolina, diesel e etanol, entre outros derivados de petróleo chegam ao Porto do Itaqui em navios. A carga é desembarcada e segue por dutos subterrâneos para tanques de empresas especializadas em armazenagem ou distribuidoras, localizados dentro do porto.

Desses tanques é que a carga segue para os postos, podendo ser transportada por via rodoviária ou ferroviária, abastecendo o Maranhão e também sul do Pará, Piauí e Tocantins, chegando até Goiás e Distrito Federal.

O QAV (querosene de aviação) movimentado no Porto do Itaqui vem exclusivamente das refinarias brasileiras e seguem em caminhões-tanques até o Aeroporto do Tirirical para abastecer as aeronaves que aqui pousam.

Outro derivado de petróleo que chega pelo Itaqui é o GLP (gás liquefeito de petróleo), o gás de cozinha. O Brasil importa da Bolívia cerca de 30% de sua demanda de gás, que chega ao país por meio de um gasoduto que é o maior da América Latina, com 3.150 km de extensão. Os outros 70% são produzidos em refinarias de petróleo nacionais.

No Itaqui essa operação é realizada pela Transpetro, que recebe o GLP dos navios e armazena em esferas gigantes de cerca 18 m de diâmetro, 20 m de altura e capacidade para armazenar até 3.200 m³. Depois o gás é transferido diretamente para os reservatórios de duas distribuidoras autorizadas, instaladas a 5 quilômetros do porto. Nessas empresas o gás é envasado em botijões e distribuído para o comércio varejista local e também para o Piauí (80% do abastecimento daquele estado sai pelo Maranhão).

Nessa crise federal, a garantia de abastecimento de combustíveis demonstra a importância do Porto do Itaqui para o estado do Maranhão. Sua capacidade de armazenamento e infraestrutura, associada à eficiência multimodal, têm sido fundamentais na força-tarefa do Governo para minimizar os impactos negativos desse momento.

Acidente na MA 106 deixa condutor de van ferido em Bequimão

Acidente em Bequimão deixa um motorista ferido

O motorista de uma Van ficou ferido em um acidente ocorrido na manhã desta segunda-feira (28), na MA-106 na comunidade Barroso, município de Bequimão. O veículo bateu em um micro-ônibus da empresa Madre Paulina, de placa PSG 2311, que faz linha diariamente de Apicum-Açu para São Luís via ferry boat.
Segundo informações de populares, o motorista do micro-ônibus não teria dado sinal o que teria ocasionado o acidente. De acordo com Cláudio Márcio Matos Maia, proprietário da empresa Madre Paulina, o motorista do micro-ônibus perdeu o controle e para não causar uma tragédia maior, bateu no muro da residência de João Henrique Soares, conhecido por João Birruba e atingiu um moto que estava estacionada na residência. O muro ficou todo danificado, assim como a frente do micro-ônibus.
O motorista da van sofreu algumas lesões. Os passageiros do micro-ônibus foram recolocados em outro veículo para seguir viagem até o porto de Cujupe.
Um boletim de ocorrência de trânsito foi registrado na Delegacia de Bequimão.
Editado, com informações do G7 Maranhão

Rede de hospitais regionais reforça política de atendimento médico do Maranhão

Hospital Regional de Balsas. (Foto: Divulgação)
Com a entrega à população de seis hospitais macrorregionais e regionais, nas cidades de Pinheiro, Caxias, Santa Inês, Imperatriz, Bacabal e Balsas, em pouco mais de três anos, Governo do Maranhão ampliou a cobertura assistencial da população, chegando a alcançar mais de 152 municípios com a nova rede de cobertura.

Já foram feitos milhões de atendimentos por esses hospitais, que reúnem mais de 500 leitos e médicos especializados em diversas áreas, o que tem fortalecido a rede de atendimento SUS no Maranhão. Os hospitais tem como foco o fortalecimento da Atenção Básica e descentralização dos serviços, fazendo com que a população não precise se deslocar para São Luís ou até outros estados para acessar alguns procedimentos de média e alta complexidade.

Uma dessas unidades é o Hospital de Balsas, entregue em setembro pelo Governo do Maranhão para atender uma região de 13 municípios, que realizando aproximadamente 3 mil atendimentos por mês e levando mais dignidade para a população, se tornou referência na região, incluindo partos, pediatria e cirurgia geral.

Do começo de sua atividade, em setembro do ano passado, até maio deste ano, o hospital já foi responsável por reduzir o número de óbitos neonatais na região e realizar três mutirões de cirurgia de diversas especialidades como catarata, hérnia, vesícula, tireóide, entre outras.

“Com a inauguração do Hospital de Balsas, a saúde da região teve um ganho muito grande. Antes, o nosso índice de mortes neonatal era de 18 a 20 crianças por mês, com um média de 8 partos por dia e uma transferência de recém-nascido por dia, mas após a inauguração a nossa meta realizada é que aumentamos a média de parto por dia de 8 para 12, reduzimos em 5% o índice de mortalidade e deixamos de ter a necessidade de transferir uma criança por dia para transferir uma criança a cada 35 dias”, conta o diretor do Hospital de Balsas, Eliabe Aguiar.

A unidade de saúde possui 4.000m² e 50 leitos disponíveis, com leitos de UTI Adulto, de Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal Convencional e de Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal Canguru. Além da UTI Neonatal, o Hospital de Balsas também oferece atendimento nas especialidades de clínica médica, ginecologia, obstetrícia, cirurgia geral e pediatria, além de exames laboratoriais e diagnósticos em oftalmologia e cardiologia; e serviços de diagnóstico por imagem como ultrassonografia, mamografia, exames de radiologia, tomografia e endoscopia.

Mais especialidades

Além dos hospitais regionais, o Governo do Maranhão também entregou unidades inéditas e especializadas na Grande São Luís. Um dos principais exemplos é o Hospital de Traumatologia e Ortopedia, o HTO, inaugurado em outubro no Turu, bairro da capital.

Na unidade completamente equipada com alta tecnologia para fazer cirurgias de alta complexidade, 400 operações são realizadas por mês por mês, cinco vezes mais do que na anterior.

Outra entrega importante foi a do Centro Odontológico de Crianças e Adultos (Sorrir), que passou a preencher um vazio com o atendimento especializado e tem atuado como referência estadual para o diagnóstico precoce do câncer bucal.

Atenção às crianças

Outro exemplo é o Ninar, como é conhecido o Centro de Referência em Neurodesenvolvimento, Assistência e Reabilitação de Crianças. É um serviço único em todo o país, voltado para crianças com problemas de neurodesenvolvimento.

A rede de atendimento especializada também passou a contar com a Casa de Apoio Ninar, que funciona na antiga Casa de Veraneio, devolvendo à população um importante prédio público que era usado para festas privadas antes de 2015.

UTI materna

Um marco importante também foi a UTI Materna do Hospital e Maternidade de Alta de Complexidade do Maranhão (antiga Marly Sarney). É a primeira do Estado voltada especificamente para o cuidado com as mães. Além disso, tem um sistema de monitoramento da situação clínica de cada paciente via celular, algo inédito na rede pública do Maranhão.

Petroleiros anunciam greve para baixar preços do gás de cozinha e dos combustíveis

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) anunciou que a categoria petroleira fará greve nacional de advertência de 72 horas, a partir da próxima quarta-feira (30).




SÃO LUÍS – Na noite desse sábado (26), a Federação Única dos Petroleiros (FUP) anunciou que a categoria petroleira fará greve nacional de advertência de 72 horas, a partir da próxima quarta-feira (30). Segundo a FUP, os trabalhadores do Sistema Petrobras iniciarão o movimento para baixar os preços do gás de cozinha e dos combustíveis, além de ser um protesto contra a privatização da empresa e pela saída imediata do presidente da Petrobras, Pedro Parente. De acordo com a Federação, Parente, “com o aval do governo Michel Temer, mergulhou o país numa crise sem precedentes”.

“A greve de advertência é mais uma etapa das mobilizações que os petroleiros vêm fazendo na construção de uma greve por tempo indeterminado, que foi aprovada nacionalmente pela categoria. Os eixos principais do movimento são a redução dos preços dos combustíveis, a manutenção dos empregos, a retomada da produção das refinarias, o fim das importações de derivados de petróleo, não às privatizações e ao desmonte da Petrobras e pela demissão de Pedro Parente da presidência da empresa”, declarou a FUP, em comunicado.

Ainda segundo a Federação, a atual política de reajuste dos derivados de petróleo, que fez os preços dos combustíveis dispararem, é reflexo direto do maior desmonte da história da Petrobras. A entidade culpa Pedro Parente e Michel Temer, “que intensifica a crise ao convocar as força armadas para ocupar as refinarias”. A Federação Única dos Petroleiros declarou que repudia enfaticamente mais esse “grave ataque ao Estado Democrático de Direito e exige a retirada imediata das tropas militares que estão nas instalações da Petrobras”.

Neste domingo (27), os petroleiros farão novos atrasos e cortes de rendição nas quatro refinarias e fábricas de fertilizantes que estão em processo de venda: Rlam (BA), Abreu e Lima (PE), Repar (PR), Refap (RS), Araucária Nitrogenados (PR) e Fafen Bahia. Já na segunda-feira (28), a FUP e seus sindicatos prometem realizar um Dia Nacional de Luta, com atos públicos e mobilizações em todo o Sistema Petrobras. A Federação afirma que os atos são para denunciar os interesses que estão por trás da política de preços de combustíveis, “feita sob encomenda para atender ao mercado e às importadoras de derivados. A gestão entreguista de Pedro Parente está obrigando a Petrobras a abrir mão do mercado nacional de derivados para as importadoras, que hoje são responsáveis por um quarto de todos os combustíveis comercializados no país”.

Ainda segundo o comunicado da entidade, “o número de importadoras de derivados quadruplicou nos últimos dois anos, desde que Parente adotou preços internacionais, onerando o consumidor brasileiro para garantir o lucro do mercado. Em 2017, o Brasil foi inundado com mais de 200 milhões de barris de combustíveis importados, enquanto as refinarias, por deliberação do governo Temer, estão operando com menos de 70% de sua capacidade. O povo brasileiro não pagará a conta desse desmonte”.

Imirante.com, Com Informações da FUP

Compartilhe

Postagem em destaque

Goleiro Adriano brilha nos pênaltis e Juventus é Bi-campeã Municipal

Emoção até o fim na decisão do Campeonato Municipal Tacianne Tavares. Em partida disputada no Estádio Aprijão, em Godofredo Viana, a e...