segunda-feira, 31 de maio de 2021

Pagamento com 10% de desconto do IPVA termina nesta segunda-feira (31)

Após essa data o pagamento pode ser feito em cota única, porém sem desconto, ou parcelado em três cotas.



Pagamento com 10% de desconto do IPVA termina nesta segunda-feira (31) — Foto: SET-RN/Divulgação

O prazo para contribuintes do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) aproveitarem o benefício de 10% do valor do imposto, em cota única, termina nesta segunda-feira (31). Após essa data o pagamento pode ser feito em cota única, porém sem desconto, ou parcelado em três cotas.

De acordo com a Secretaria de Estado da Fazenda (SEFAZ), mais de 366 mil contribuintes já aproveitaram o benefício, sendo a segunda prorrogação do calendário de pagamento do IPVA feito pelo governo do Maranhão.

Os proprietários de veículos que optarem pelo parcelamento do IPVA 2021 realizarão o pagamento da primeira cota no mês de junho, julho e agosto, de acordo com o final da placa dos veículos, conforme tabela disponível no site da Secretaria de Fazenda.

Para consultar o IPVA 2021 e emitir o Documento de Arrecadação (DARE) para pagamento, o contribuinte pode acessar o link.

Por G1 MA 

Conta de luz vai ficar mais cara a partir de amanhã (dia 1º)

A bandeira tarifária acionada para o mês de junho é vermelha patamar 2, com custo de R$ 6,243 para cada 100kWh consumidos


A partir de junho, haverá cobrança de taxa adicional de R$ 6,243 para cada 100 kWh consumidos (Foto: Divulgação)

A conta de luz vai ficar mais cara a partir de amanhã, dia 1º de junho, em todo o País. Isso porque a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) manteve pelo segundo mês consecutivo a bandeira tarifária vermelha, a mais cara, e elevou o patamar de alerta para o nível 2. Ou seja, a cobrança de taxa adicional em vigor no mês será de R$ 6,243 para cada 100 kWh consumidos, em junho.

No mês anterior, como o bandeiramento ainda estava em patamar 1, o custo que incidia sobre a conta era de R$ 4,169 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. Mais de dois reais de diferença.
De acordo com a Aneel, maio foi o primeiro mês da estação seca nas principais bacias hidrográficas do Sistema Interligado Nacional (SIN), registrando condições hidrológicas desfavoráveis. Mas junho, com os principais reservatórios em níveis ainda mais baixos para essa época do ano, aponta para um horizonte com reduzida geração hidrelétrica e aumento da produção termelétricas.

“Essa conjuntura pressiona os custos relacionados ao risco hidrológico (GSF) e o preço da energia no mercado de curto de prazo (PLD), levando à necessidade de acionamento do patamar 2 da Bandeira Vermelha. O PLD e o GSF são as duas variáveis que determinam a cor da bandeira a ser acionada”, justificou a reguladora.

Criado em 2015, o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza ao consumidor o custo da geração de energia elétrica no País. Na prática, as cores e modalidades - verde, amarela ou vermelha - indicam se haverá ou não cobrança extra nas contas de luz.

A bandeira verde, quando não há cobrança adicional, significa que o custo para produzir energia está baixo. O acionamento das bandeiras amarela e vermelha representa um aumento no custo da geração e a necessidade de acionamento de térmicas, o que está ligado principalmente ao volume dos reservatórios e das chuvas.

A última vez que a agência reguladora acionou o patamar mais alto da bandeira tarifária foi em dezembro, após meses sem a cobrança adicional por conta da pandemia. De janeiro a março deste ano, a bandeira tarifária que vigorou no País foi a bandeira amarela, cuja cobrança é de R$ 1,343 a cada 100 kWh.

Sem trégua

É preciso levar em conta também que desde o dia 22 de abril os consumidores cearenses estão pagando mais caro em função da revisão tarifária anual da Enel, autorizada pela Aneel, que estabeleceu um reajuste médio de 8,95%.

Para os clientes de baixa tensão esse percentual foi de 8,54%, enquanto que para os consumidores residenciais foi de 7,55% e para as indústrias e grandes comércios, o índice aprovado foi de 10,21%.

O consultor em energia da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), Jurandir Picanço, explica que o bandeiramento tarifário é definido mês a mês pela Aneel, porém, em função do baixo nível dos reservatórios, é bem provável que o sistema de bandeiramento continue vermelho até o fim deste ano.

“O período chuvoso só reinicia em novembro, então, a não ser ocorra um fenômeno imprevisto da natureza, o que é muito pouco provável, devemos seguir com os reservatórios em situação muito crítica, fazendo com que as térmicas, que têm um custo de produção de energia mais caro, continuem a ser acionadas”.
Jurandir Picanço reforça que embora a bandeira vermelha sirva para ajudar a cobrir os custos das térmicas, serve também como um alerta ao consumidor para o uso consciente e o combate ao desperdício de energia. “E sempre é possível economizar um pouco mais”.

Novos aumentos podem vir por aí

Há ainda um outro fator de pressão sobre as contas de energia para os próximos meses. Terminou no último dia 7 de maio a consulta pública sobre a revisão dos adicionais e das faixas de acionamento para as bandeiras tarifárias no período 2021/2022.

As contribuições estão agora em fase de análise pelo órgão regulador, mas se prevalecer a proposta inicial da Aneel novos aumentos devem vir por aí. De acordo com o texto, haverá redução no valor da bandeira tarifária amarela, que passaria R$ 1,343 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos para 0,996 a cada 100 kWh. Porém, a bandeira vermelha ficará mais cara. O patamar 1 passaria de R$ 4,169 a cada 100 kWh para R$ 4,599 a cada 100 kWh. Já a bandeira vermelha 2 passaria de R$ 6,243 a cada 100 kWh para R$ 7,571 a cada 100 kWh.

Godofredo Viana: Jovem de 25 anos é mais uma vítima da Covid-19

Aquila Pereira tinha 25 anos e não resistiu as complicações causadas pela Covid-19

A Prefeitura de Godofredo Viana deve confirmar nas próximas horas o registro de mais um óbito no município. Com isso, o município já soma 10 óbitos da doença.

O falecimento ocorreu nesta segunda feira,31, no Hospital Regional de Santa Luzia. A paciente, uma jovem de 25 anos. A jovem Aquila Pereira estava internada cerca de três semanas e acabou não resistindo as complicações da covid-19.

De acordo com o último Boletim epidemiológico, Godofredo Viana tem 326 confirmados com covid-19, sendo que 10 evoluíram a óbito; 312 estão curados e 5 ativos, destes três estão internados.

Procuradoria Eleitoral pede cassação de Duarte Jr. por abuso do Procon


A Procuradoria-Geral Eleitoral, órgão do Ministério Público Federal (MPF) com atuação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pediu neste mês a cassação do diploma de deputado estadual Duarte Júnior (Republicanos), por abuso de poder político e de autoridade durante as eleições de 2018.

No parecer aos ministros da corte, o vice-procurador-geral eleitoral, Renato Brill de Góes, que assina a peça, pede, ainda, que seja declarada a inelegibilidade do parlamentar. A informação é do Atual 7.

Na manifestação, opina-se pelo provimento a um recurso da Procuradoria Regional Eleitoral no Maranhão, contra acórdão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) que absolveu o deputado, em 2020 .

Duarte ainda é alvo de uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) segundo a qual ele teria usado a estrutura do Instituto de Promoção e Defesa do Cidadão e Consumidor do Maranhão (Procon-MA), órgão que dirigiu até antes do pleito de 2028, para obter a vitória nas urnas.

No processo, o então procurador eleitoral no estado, Pedro Henrique Castelo Branco, apontou abuso da promoção pessoal do comunista via Procon-MA.

domingo, 30 de maio de 2021

Covid19 : Godofredo Viana é referência em vacinação na região

Em Godofredo Viana idosos são vacinados em casa . Foto Neto Weba

A Prefeitura Municipal de Godofredo Viana, segundo dados divulgados pelo Vacinômetro da Secretaria Estadual da Saúde, apresentou na data de ontem (29), os dados relativos ao índice de vacinação no município.

Segundo os dados, Godofredo Viana está entre as cidades com maior índice de vacinação do Maranhão, obtendo cerca de 98,72% no total geral. Os números são o resultado da agilidade da equipe de saúde e imunização do município.

Em Godofredo Viana idosos são vacinados em casa . Foto Neto Weba

No município desde o início da pandemia por solicitação do prefeito Sissi Viana, a equipe de vacinadoras estão aplicando as doses da vacina contra a covid-19 nos idosos em casa.

“Esses dados nos trazem uma alegria imensa, para cada um de nós que estamos na linha de frente da vacinação no município. É o resultado do trabalho de uma equipe, nós somos um time, e juntos conseguimos atingir esse número de sucesso”, disse o Secretário de Saúde, Emanuel Coimbra.



DPE, MP e TCE pedem medidas mais restritivas contra a Covid-19 no MA



A Defensoria Pública (DPE/MA), o Ministério Público do Maranhão (MPMA) e o Tribunal de Contas do Estado (TCE) emitiram recomendação, ao Governo do Estado, para que sejam adotadas ações urgentes e mais restritivas de enfrentamento à pandemia de Covid-19. As medidas visam conter aglomerações e refrear a transmissão do coronavírus, evitando assim um possível lockdown.

O documento, emitido na última sexta-feira, 28, é assinado pelo defensor público-geral do Estado, Alberto Pessoa Bastos, pelo procurador-geral de Justiça do Maranhão, Eduardo Nicolau, e pelo conselheiro vice-presidente do TCE, Washington Oliveira.

Na recomendação, os gestores pedem ao Executivo a extensão do feriado de Corpus Christi, que tem data de celebração prevista para o dia 3 de junho, para que passe a abranger os dias 3 a 6 de junho de 2021, quinta-feira a domingo.

Além disso, os representantes da DPE/MA, MPMA e TCE destacam a necessidade de proibição de realização de festas e demais eventos neste período, bem como a limitação de frequência aos cultos e demais manifestações religiosas a 50% da capacidade dos espaços e o reforço da fiscalização sanitária em todos os bairros da capital, não se restringindo apenas àqueles localizados na região central de São Luís.

Segundo Alberto Bastos, as medidas aplicadas conjuntamente podem contribuir para a redução da circulação de pessoas e evitar que medidas mais enérgicas sejam adotadas futuramente. “Tivemos um aumento expressivo no número de casos nos últimos dias, o que exigiu a mobilização das instituições para o enfrentamento conjunto à pandemia no Maranhão.

Conscientes de que medidas extremas, como o lockdown, podem causar impactos gravíssimos à população de baixa renda e em situação de vulnerabilidade, articulamos esta recomendação com medidas que são muito importantes neste momento de emergência da saúde pública”, explicou.

Cenário – A atuação conjunta da Defensoria Pública, Ministério Público e Tribunal de Contas ocorre em virtude dos dados preocupantes apontados nos boletins epidemiológicos das últimas semanas e à confirmação, no dia 20 de maio, da variante indiana da Covid-19 no estado. Até o momento, não há identificação de transmissão local da cepa indiana no Maranhão, segundo o governador Flávio Dino.

O procurador-geral de justiça, Eduardo Nicolau, afirma que o esforço conjunto neste momento é necessário para evitar um agravamento ainda maior da pandemia no estado. “Estamos fazendo todo o possível para evitar que a situação piore ainda mais. Mas é necessário que a população também faça a sua parte, não aglomerando, usando máscaras e respeitando todas as medidas tomadas pelo Poder Público”, destacou

O vice-presidente do TCE, Washington Oliveira, destacou a importância da atuação conjunta para enfrentar esse momento. “O esforço para salvar vidas se impõe como prioridade absoluta, um compromisso que deve ser de toda a sociedade em seus vários segmentos, incluindo as instituições republicanas. Todas as ações de enfrentamento da pandemia devem ter como norte essa prioridade, especialmente em um quadro de agravamento como o que vivemos nesse momento”, observou.

De acordo com o boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde, no dia 28, a Grande Ilha tinha taxa de ocupação de 97,40% de leitos de UTI e taxa de ocupação de 90,04% de leitos clínicos, ambos exclusivos para tratamento da Covid-19 na rede de estadual.
No momento, os municípios maranhenses estão seguindo as diretrizes do último decreto do governo estadual, vigente até 7 de junho, que prevê, entre outras ações: a liberação para realização de eventos com até 100 pessoas, eventos até 23 horas, 50% da capacidade em igrejas e na administração pública e o funcionamento do comércio das 9h às 21h.

Alô TCE – MA, Alô Ministério Público, sem transparência Facinho esconde folha de pagamento em Cândido Mendes


Já vamos para o sexto mês de mandato do prefeito Facinho Rocha (PL) em Cândido Mendes e ele ainda não mostrou a que veio. Pelo contrário, tem mostrado insensibilidade quanto ao tratamento com aliados e incompetência na maneira de administrar. Há várias denúncias sobre falta de médicos, falso médico e até médico fantasma.

Nas redes sociais não tem mais quem defenda, já que não tem quem esteja satisfeito com o desastre que vem sendo a tão esperada administração do gestor.

Mas, parece que Facinho tem muito a esconder. Se não for por incompetência e desconhecimento das leis de transparência, não há outra justificativa do porque no portal do município na internet não constar a folha de pagamento dos servidores da atual gestão. É possível encontrar no portal, somente a folha de pagamento do antigo prefeito, Jofran Braga e Mazinho Leite.

Diante disso, fica a pergunta: por que Facinho esconde a folha de pagamento da sua gestão? Quem não deve não teme, Já diz o ditado. Acesse aqui o Portal da Prefeitura de Cândido Mendes.

Demissões

O jacaré anda de boca aberta em Cândido Mendes e deve engolir, ou melhor, demitir mais gente nessa semana. Mais isso é outro assunto.

sábado, 29 de maio de 2021

Aneel aciona bandeira vermelha 2 para o mês de junho

Falta de chuva deve fazer com que contas de luz fiquem mais caras.


Linhas de transmissão de energia, energia elétrica

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou na noite desta sexta-feira (28) que a bandeira vermelha, no patamar 2, será acionada no mês de junho. Isso representa um custo de R$ A tarifa sofre acréscimo de R$ 0,06243 para cada quilowatt-hora kWh consumido, fazendo com que as contas de luz fiquem mais caras.

Segundo nota da Aneel, o mês de maio foi o primeiro da estação seca nas principais bacias hidrográficas do Sistema Interligado Nacional (SIN) e registrou “condições hidrológicas desfavoráveis”. Nesta sexta-feira, o Sistema Nacional de Meteorologia emitiu um alerta conjunto de emergência hídrica para a área da Bacia do Paraná, que abrange os estados de Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Paraná.

O mês de junho vai começar com os principais reservatórios do SIN em níveis mais baixos do que o ideal para esta época do ano, o que tende a significar redução da geração de energia por hidrelétricas e o aumento da geração por termelétricas, o que encarece o custo da produção.

“Essa conjuntura pressiona os custos relacionados ao risco hidrológico (GSF) e o preço da energia no mercado de curto de prazo (PLD), levando à necessidade de acionamento do patamar 2 da Bandeira Vermelha. O PLD e o GSF são as duas variáveis que determinam a cor da bandeira a ser acionada”, informa a nota.

O sistema de bandeiras tarifárias foi criado pela Aneel e sinaliza o custo real da energia gerada. Segundo a agência, a as cores verde, amarelo e vermelho (nos patamares 1 e 2) indicam ao consumidor se a energia custará mais ou menos em função do custo da geração e possibilitará que ele tome medidas para economizar no consumo ou efetuar um consumo mais consciente.

Em seu site, a Aneel dá dicas de como economizar energia, como tomar banhos mais curtos, usando o chuveiro na potência morna, deixar a porta da geladeira aberta apenas o tempo necessário e não colocar alimentos quentes dentro dela, juntar roupas para passar de um só vez e retirar aparelhos da tomada quando possível.

Por: Agência Brasil

Dino e mais 17 pedem que STF barre ida de governadores a CPI



O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), e os gestores de mais 17 estados protocolaram ontem, 28, no STF uma ação pedindo a suspensão da convocação de 9 deles pela CPI da Covid.

Os governadores que assinam a peça são Wilson Lima (Amazonas), Ibaneis Rocha (Distrito Federal), Waldez Góes, (Amapá), Helder Barbalho (Pará), Marcos Rocha (Rondônia), Carlos Moisés (Santa Catarina), Mauro Carlesse (Tocantins), Wellington Dias (Piauí), todos convocados pela CPI.

Rui Costa (Bahia), Ronaldo Caiado (Goiás), João Doria (São Paulo), Renato Casagrande (Espírito Santo), Paulo Câmara (Pernambuco), Cláudio Castro (Rio de Janeiro), Eduardo Leite (Rio Grande do Sul), Belivaldo Chagas (Sergipe), Renan Filho (Alagoas) e Flávio Dino (Maranhão) também são signatários da ação, mas não foram convocados a depor na Comissão.

A convocação dos governadores pela CPI tem como objetivo começar a investigar se houve desvio de recursos transferidos pela União para o enfrentamento da covid-19. Além das oitivas dos gestores, os senadores aprovaram um pacote com 108 requerimentos que direcionam os rumos da investigação para estados e municípios, como prevê o ato de criação do colegiado.

Homem é preso pela Polícia Federal por tráfico de pessoas em Centro Novo

Imagem ilustrativa
Foto da 1ª fase da operação Finita Servus, deflagrada pela Polícia Federal.

A Polícia Federal no Estado do Maranhão deflagrou na última quinta feira, (27), a segunda fase da Operação “Finita servus”, a qual visa combater o tráfico de pessoas e a redução a condição análoga à de escravo, com o cumprimento de mandado de prisão preventiva e busca e apreensão na cidade de Centro Novo do Maranhão.

A investigação apura o tráfico de pessoas em que trabalhadores maranhenses são aliciados, mediante fraude e abuso da condição de vulnerabilidade socioeconômica das vítimas, com a promessa de trabalho, alojamento e alimentação pagos pela empresa contratante, sendo assim convencidos a aceitar a proposta de emprego no Estado de Santa Catarina.

Ao chegarem no destino, descobrem que foram enganados, obrigados a residir em alojamentos abarrotados, sem condições mínimas de viver com dignidade, bem como parte de seu salário e documentos retidos pelos empregadores com a justificativa de pagamento pelas despesas do período, caracterizando, assim, a tráfico de pessoas com a elementar de redução a condição análoga à de escravo.

Na primeira fase foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão, também expedidos pela Justiça Federal, após representação da autoridade policial, sendo dois em Santa Inês/MA, um em Centro Novo do Maranhão e dois em São Joaquim/SC.

A partir da análise preliminar das provas colhidas na primeira fase da Operação, obtiveram-se indícios veementes de que um dos investigados continuaria traficando pessoas, dessa forma não haveria outra maneira de impedir a reiteração delitiva senão por meio de sua prisão por tempo indeterminado.

Os investigados poderão responder pelos seguintes crimes: reduzir alguém a condição análoga à de escravo (Art. 149 do CPB) e de tráfico de pessoas (Art. 149-A, inciso II, do CPB), dentre outros.

A operação foi denominada FINITA SERVUS, termo oriundo do Latim, utilizado no Império Romano, indicando o fim da escravidão.

sexta-feira, 28 de maio de 2021

TJ mantém decisão que reconduziu Calvet Filho em Rosário

O desembargador Marcelo Carvalho, do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), indeferiu nesta sexta-feira, 28, um pedido da Câmara Municipal de Rosário e manteve decisão da uíza Karine Lopes de Castro, titular da 1ª Vara da Comarca de Rosário, que determinou o retorno do prefeito da cidade, Calvet Filho (PSC), ao cargo.

Ele havia sido afastado há pouco mais de uma semana passada, por decisão da Câmara Municipal. Mas retornou após despacho da magistrada na segunda-feira, 24.

Ao recorrer, a Câmara, presidida pelo vereador Carlos do Remédio (PCdoB), tentava reaver os efeitos do julgamento de cassação de Calvet.

Entenda o caso

Na decisão agora mantida pelo TJMA, a juíza Karine Lopes deu razão aos três principais argumentos da defesa do prefeito de Rosário: de que os vereadores descumpriram o rito regimental ao dar um único voto, cada, para todas as acusações contra o gestor; ao votar nominalmente, quando a votação deveria ser secreta; e ao se permitir que o presidente votasse mesmo sem ter havido necessidade de voto de minerva – o que acabou contribuindo para que se chegasse aos 2/3 de votos exigidos para a cassação.

“Assim, DEFIRO a tutela de urgência pleiteada pelo autor, em caráter liminar, e determino a suspensão dos efeitos da votação ocorrida na sessão extraordinária no 006/2021, realizada no dia 19/05/2021 e suas consequências, sobretudo a cassação dos mandatos de Prefeito Municipal do Município de Rosário. Com tal fundamento, determino a suspensão do Decreto Legislativo no 02 de 19/05/2021 (Id. 46067190) e do termo especial de compromisso e posse do prefeito interino do município de Rosário, ocorrida na Sessão Extraordinária ocorrida em 19/05/2021 (Id. 46067188) e os demais atos subsequentes e concatenados, reflexos da cassação”, decidiu a magistrada.

Mineração Aurizona emite Comunicado Oficial

COMUNICADO OFICIAL

A Mineração Aurizona (MASA), empresa pertencente à Equinox Gold, informa que, desde o início da ocorrência do transbordamento na Lagoa do Pirocáua, devido às chuvas intensas na região do município de Godofredo Viana (MA), vem tomando todas as providências para solução do problema e prestando assistência à comunidade de Aurizona, cujo sistema de fornecimento de água já foi reestabelecido.

 No entanto, desde a madrugada da última quinta-feira (27/05), encontra-se instalado bloqueio de manifestantes impedindo o acesso operacional à empresa, bem como a chegada de insumos, incluindo a realização da assistência prestada atualmente à comunidade de Aurizona no fornecimento de água. Apesar dos esforços da MASA, o grupo de manifestantes avançou em suas atividades bloqueando, no início da madrugada desta sexta-feira (28/05), todo e qualquer acesso à empresa, inclusive privando o acesso à Estação de Tratamento de Água da comunidade e o transporte de alimentação para os trabalhadores em exercício de suas funções por ocasião da conclusão de seus turnos de trabalho.

A Mineração Aurizona, desde o início dos protestos, mantém contato com as autoridades, não apenas para cuidar de eventuais comprometimentos operacionais, mas também para garantir a segurança e bem-estar de todos, colaboradores e comunidade. 

No momento, encontram-se paralisadas, inclusive, as atividades que asseguram a segurança das estruturas operacionais da empresa (mina, planta industrial e barragem de rejeitos), que passam por monitoramento e manutenções diárias. O próprio serviço de fornecimento de água e as manutenções em curso para melhoria do sistema de tratamento de água da comunidade de Aurizona encontram-se igualmente prejudicados. 

A MASA reforça que os esforços para a oferta adequada de água, conforme parece ser a reivindicação dos manifestantes, estão em curso e discutidos amplamente por meio do grupo liderado pela Defensoria Pública do Estado do Maranhão, cuja reunião mais recente ocorreu em 25 de maio. A Estação de Tratamento de Água (ETA) da comunidade é um equipamento público, de responsabilidade da Prefeitura Municipal de Godofredo Viana, e está recebendo todo o apoio da MASA para sua manutenção e melhoria, bem como em paralelo é conduzida a construção da nova ETA para assegurar maior oferta de água tratada.

Motociclista morre após colidir com picape e ser arrastado por mais de 15 metros no MA

Vítima estava seguindo pela BR-226 em sentido as cidades de Timon e Presidente Dutra.



Motociclista estava seguindo pela BR-226 em sentido as cidades de Timon e Presidente Dutra. — Foto: Divulgação/ Polícia Rodoviária Federal (PRF)

Um acidente de trânsito deixou um motociclista morto na tarde desta sexta-feira (7), no km 118,7 da BR-226, no município de São João do Sóter, distante a 381 km de São Luís.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), com base na análise dos fatos e vestígios identificados, o motociclista estava seguindo pela BR-226 em sentido a as cidades de Timon e Presidente Dutra quando colidiu com a picape.

Ainda segundo a PRF, com o impacto, o ocupante da motocicleta foi arrastado por mais de 15m até parar no acostamento. A equipe da PRF encontrou a picape envolvida a mais de 150 metros do local do acidente, estacionada entre a pista e o acostamento.

O condutor estava ausente do local. Uma equipe da Polícia Civil do Maranhão e do Instituto Médico Legal (IML) de Caxias estiveram no local para realizar perícia e levantamento das informações.

Por G1 MA 

Com centenas de admissões ilegais, prefeito de Maracaçumé é proibido de contratar

Prefeito Tio Gal

O Município de Maracaçumé, comandado pelo prefeito Tio Gal, está proibido de realizar novas contratações temporárias, notadamente em relação às funções às quais tenham candidatos aprovados no último concurso público. A decisão é da 1ª Vara de Maracaçumé e atende, parcialmente, a um pedido do Ministério Público. A decisão, assinada pelo juiz Raphael de Jesus Serra Amorim, estabelece multa única no valor de 100 mil reais em desfavor do gestor municipal em caso de descumprimento, sem prejuízo das ações penais e cíveis cabíveis no caso.

O processo trata-se de ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público em face do município de Maracaçumé, no qual o órgão alega que o município, ao longo de 2021, já realizou mais de 500 contratações temporárias e que as mesmas seriam ilegais pelos seguintes motivos: ausência de lei criando os cargos temporários; cargos preenchidos não se enquadram nas hipóteses da Lei Municipal 101/2018; e não realização de processo seletivo prévio às contratações.

O MP pediu, então, uma liminar com o objetivo de proibir qualquer nova contratação por parte do executivo municipal com base na Lei nº 101/2018 até que o município demonstre que há lei posterior a 05 de março de 2018 criando cargos temporários e que as contratações de cargos temporários são realizadas meio de processo seletivo.

O STF definiu as seguintes balizas interpretativas para que uma contratação temporária seja considerada válida: a) os casos excepcionais estejam previstos em lei; b) o prazo de contratação seja predeterminado; c) a necessidade seja temporária; d) o interesse público seja excepcional; e) a necessidade de contratação seja indispensável, sendo vedada a contratação para os serviços ordinários permanentes do Estado, e que devam estar sob o espectro das contingências normais da Administração”, justifica o juiz.

Flávio Dino anuncia vacinação para profissionais da comunicação

Na coletiva desta sexta-feira (28), o Governador do Maranhão, Flávio Dino, comunicou um novo grupo prioritário para vacinação, será o de profissionais da comunicação.

Dino confirmou a vacinação para profissionais que trabalham em empresas de comunicação, TVs, Rádios, Jornais Impressos, Sites.

O governador confirmou que a imunização será para jornalistas, radialistas, publicitários, mas também para os demais profissionais que trabalham em veículos de comunicação, como porteiros e serviços gerais, por exemplo.

A vacinação segundo o governador terá início neste sábado (29).

quinta-feira, 27 de maio de 2021

Maranhão edita decreto para reforçar fiscalização federal no desembarque de navios no estado

Agora, os desembarques de passageiros e tripulantes de embarcações devem ser comunicados previamente não somente à Anvisa, mas também à Secretaria de Estado da Saúde (SES).



Navio MV Shandong da Zhi trouxe tripulantes infectados pela variante indiana ao Brasil — Foto: Divulgação

O decreto editado pelo Governo do Maranhão nessa quarta-feira traz novas medidas de prevenção e contenção da coronavírus no estado. Entre os pontos, está a complementação da fiscalização sanitária no desembarque de navios, que é competência legal da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), do governo federal.

Agora, os desembarques de passageiros e tripulantes de embarcações devem ser comunicados previamente não somente à Anvisa, mas também à Secretaria de Estado da Saúde (SES), a fim de que sejam tomadas as medidas sanitárias necessárias à prevenção e ao combate à Covid-19.


Os navios devem concentrar os desembarques de casos suspeitos nos locais com melhor suporte de atendimento, a partir de orientação da Secretaria de Estado da Saúde. O tripulante com sintomas deve ser notificado sobre a necessidade de isolamento por, no mínimo, 14 dias.

Além disso, a avaliação de saúde de tripulante apto a embarcar, realizada no dia do embarque, deve ser enviada à SES, para conhecimento, podendo ser realizado novo teste, conforme orientação a ser expedida.

Hotéis

O decreto também determina que hotéis, apart-hotéis, hostels, albergues e demais estabelecimentos de hospedagem no Maranhão ficam obrigados a informar o ingresso (check-in) e a saída (check-out) de estrangeiros ou de brasileiros vindos do exterior. Também deve ser informado se há a presença de sintomas e de que país as pessoas vieram.

O descumprimento dessas medidas implicará o cometimento de infrações administrativas previstas em Lei. Já o valor da multa, considerada o valor da infração e a capacidade econômica do infrator, vai de R$ 2 mil a R$ 1,5 milhão.

Para os casos de testagem de estrangeiros ou de brasileiros oriundos do exterior, a comunicação ao Laboratório Central do Maranhão (Lacen-MA), deverá ocorrer previamente à realização do exame ou imediatamente após a coleta do material

Por G1 MA 

Gaeco deflagra operação e apura construção de postos de combustíveis com recursos públicos desviados

Operação foi deflagrada na manhã desta quinta-feira (27) e tem como objetivo cumprir mandados de busca e apreensão nos municípios de Apicum-Açu, Cururupu e São Luís.

O Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) do Ministério Público do Maranhão (MP-MA) deflagrou na manhã desta quinta-feira (27) a Operação Citrus, que tem como objetivo cumprir mandados de busca e apreensão nos municípios de Apicum-Açu, Cururupu e São Luís.

Segundo o Gaeco, um dos locais de busca fica na Avenida São Sebastião, localizada no Cruzeiro do Anil, na capital, onde funciona a Rede de Postos de Combustíveis Guará. Ainda segundo o grupo, no galpão do posto, foram encontrados documentos da Prefeitura de Apicum-Açu.

Em outro endereço, localizado no Recanto dos Vinhais, também na capital São Luís, funcionaria uma Fundação Comunitária de Apicum-Açu.

O MPMA requereu busca e apreensão em 13 alvos (empresas e residências), além de decretar a prisão temporária para a continuidade das investigações. O pedido foi deferido pelo juiz Adriano Lima, da Comarca de Bacuri.

O inquérito foi instaurado pela Promotoria de Justiça de Bacuri para apurar atos de improbidades administrativas ou possíveis ilícitos criminais envolvendo os investigados.

Para a operação, causou estranheza o fato de o investigado ter construído três postos de combustíveis, sendo dois em Apicum-Açu e um em Cururupu somente com dinheiro de eventos.

De acordo com a operação do Gaeco, o empresário apresentou imposto de renda declarando renda mensal de apenas R$ 6 mil mensais, o que seria incompatível para a construção de três postos de gasolina.

quarta-feira, 26 de maio de 2021

Godofredo Viana | Vereador Leandro Severo acompanha vistoria técnica no prédio onde será instalado destacamento da PM em Aurizona




A convite da Mineração Aurizona, o vereador Leandro Severo acompanhou na manhã desta quarta-feira (26), a vistoria técnica feita pelo Tenente Coronel Lenine ao prédio onde futuramente será instalado o destacamento da Polícia Militar em Aurizona.

Está foi uma solicitação feita pelo vereador Leandro Severo ao Secretário de Estado de Segurança Jefferson Portela, e que está sendo atendida.



O prédio será cedido pela MASA em uma parceria com estado e município que trará melhorias para a segurança de Aurizona.

“Fico muito feliz em ver que essa minha solicitação junto ao Governo do Estado, está sendo atendida, e se Deus quiser em pouco tempo, Aurizona estará ganhando esse destacamento da PM”. Disse Leandro Severo.

Flávio Dino vai anunciar novo Lockdown na Grande São Luís e outras cidades

Flávio Dino informou hoje (26) que terá reunião técnica com os chefes dos poderes legislativo, judiciário, TCE, Ministério Público e Defensoria Pública para tratar sobre o aumento de casos de COVID-19 em todo Maranhão. Estão sendo aguardadas medidas mais restritivas para combater a pandemia .

A preocupação é o crescente número de casos do novo coronavírus em todo estado. E neste sentido medidas mais duras serão tomadas, como o fechamento de bares e restaurantes, suspensão de aulas presenciais, disciplinamento em vários estabelecimentos comerciais e nos transportes coletivos.

Veja abaixo o que informou Flavio Dino:

CPI da Covid decide hoje se convoca prefeitos e governadores

A CPI da Pandemia deve votar nesta quarta-feira, 26, convites e convocações para depoimentos de governadores e prefeitos, além de um novo depoimento do ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. A informação foi confirmada pelo presidente da comissão, senador Omar Aziz (PSD-AM), após a reunião de terça-feira, 25). De acordo com o presidente, a convocação dos governadores não representa uma mudança de estratégia ou de rumo na investigação, apenas o cumprimento de uma cronologia que já havia sido acertada.

Devem ser votados requerimentos para as convocações de nove governadores e ex-governadores e de 12 prefeitos e ex-prefeitos, dentre eles o ex-prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (sem partido).

O pedido foi feito pelo senador Alessando Vieira (Cidadania-SE), para que o ex-gestor ludovicense preste esclarecimentos sobre a Operação Cobiça Fatal, desencadeada pela Polícia Federal durante sua administração. Holanda Júnior diz não ver “problema algum” (saiba mais).

“Novo rumo”

Para o senador Marcos Rogério (DEM-RO), a convocação dos governadores representará uma nova fase da CPI. Para ele, é preciso acabar com a “farsa da oposição”, que segundo ele tem reduzido a CPI a temas como a cloroquina, a carta da empresa Pfizer com a proposta de vacinas para o Brasil e o suposto gabinete paralelo da saúde.

— Penso que a grande novidade para a sessão de amanhã é a pauta de requerimentos que prevê a convocação de prefeitos, ex-prefeitos e governadores. Acho que esse é o grande avanço — disse o senador.

Para o senador Luis Carlos Heinze (PP-RS), a CPI começa a “passar para o outro lado”. Para ele, é preciso “mudar a narrativa” e fazer com que a CPI pare de funcionar como “inquisição”.

— Tomara que hoje seja um dos últimos dias da cloroquina, ou vai virar a CPI da Cloroquina. As pessoas querem saber é para onde foi a grana, o dinheiro desviado por muitos governadores, prefeitos. Tomara que a gente saia disso — disse o senador, que elogiou o depoimento secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde, Mayra Pinheiro.

Respiradores

Outro fato que deve ser investigado pela CPI da Covid é a compra de respiradores pelo Consórcio Nordeste.

A entidade pagou antecipadamente mais de R$ 48 milhões por 300 respiradores que nunca chegaram. Um inquérito que apura o caso já foi compartilhado com a CPI (saiba mais).

Ex-vereador morre em grave acidente em Nova Olinda do Maranhão

O ex-vereador Domingos do Nascimento, conhecido como “Rodrigo de Monte Alegre”, morreu em um grave acidente, nessa terça-feira (25), na BR 316.

O acidente ocorreu nas proximidades do povoado Monte Alegre, na cidade de Nova Olinda do Maranhão, a 268 km de São Luís. 

Ele perdeu o controle do veículo, que capotou várias vezes e  parou no matagal à margem da rodovia.

Pelas imagens do acidente, o vereador não estaria usando o cinto de segurança. Ele morreu dentro do carro.

Domingos do Nascimento exerceu o cargo de vereador na 1ª legislatura da Câmara Municipal de Nova Olinda do Maranhão.

Grupo empresarial com dívida tributária de R$ 8,6 bilhões é alvo de operação da PF em quatro estados e no DF

Investigação apontou que trabalhadores do Grupo João Santos, do Cimento Nassau, ficavam sem receber salários e direitos. Débitos trabalhistas somam R$ 55 milhões, segundo a Procuradoria da Fazenda Nacional.



PF faz operação contra crimes tributários e financeiros


O Grupo João Santos, dono da empresa Cimento Nassau e um dos maiores conglomerados empresariais do Nordeste, é alvo de uma operação conjunta da Polícia Federal (PF), da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional e da Receita Federal. São investigados crimes tributários, financeiros, trabalhistas e de lavagem de dinheiro (veja vídeo acima).

Segundo a Procuradoria da Fazenda, as empresas do Grupo João Santos têm dívidas tributárias, de R$ 8,6 bilhões, e trabalhistas, de R$ 55 milhões. Elas são suspeitas de sonegar impostos e direitos trabalhistas de centenas de empregados. Os trabalhadores, de acordo com as investigações, ficavam sem receber salários e outros direitos trabalhistas.

Veja o vídeo com relato dos ex funcionário de Coelho Neto no Maranhão.

Em nota, o advogado Taney Farias, que representa o grupo, afirmou que as empresas foram surpreendidas pela operação e que "cabe aos acusados se colocar à disposição para prestar todos os esclarecimentos" (veja íntegra da resposta ao fim da reportagem).

Denominada Background, a operação foi desencadeada nesta quarta-feira (5) e teve 53 mandados de busca e apreensão expedidos pela 4ª Vara Penal da Justiça Federal.

Polícia Federal cumpriu mandado de busca na sede da Cimento Nassau, no Bairro do Recife, nesta quarta-feira (5) — Foto: Danilo César/TV Globo

As ações ocorrem em Pernambuco, em São Paulo, no Amazonas, no Pará e no Distrito Federal. De acordo com a PF, mais de 240 policiais cumprem medidas judiciais nesses locais.

"Essa empresa possui débitos no Norte, Nordeste e Sudeste. A Procuradoria iniciou um trabalho devido ao passivo tributário. A dívida inicia na Receita e é encaminhada para a Procuradoria, quando o contribuinte não quita essa dívida", explicou o procurador-regional da Fazenda Nacional em Pernambuco, Alexandre Freire.

A polícia informou, o Grupo João Santos é suspeito de organizar um sofisticado esquema contábil-financeiro para desviar o patrimônio das empresas do grupo. Esses valores eram transferidos para sócios e interpostas pessoas (laranjas).

Segundo a Receita Federal, mais de 20 empresas do grupo eram utilizadas num esquema chamado de "factoring", para desviar receitas que poderiam ser usadas para quitar dívidas trabalhistas e tributárias. Também foi verificada a ocorrência de subfaturamento em exportações, "com o claro objetivo de remeter, ilicitamente, recursos ao exterior".

Cimento Nassau é uma das empresas do Grupo João Santos, um dos maiores conglomerados empresariais do Nordeste — Foto: Reprodução/TV Globo

A operação busca, também, permitir que as famílias de trabalhadores recuperem os seus direitos por meio da Justiça do Trabalho, que, inclusive, já os reconheceu formalmente.

Entre as empresas pertencentes ao grupo com as maiores dívidas, estão:

  • Celulose e Papel de Pernambuco S/A (Cepasa);
  • Companhia Brasileira de Equipamento (CBE);
  • Itabira Agro Industrial S/A;
  • Itapessoca Agro Industrial S/A;
  • Itautinga Agro Industrial S/A;
  • Sociedade de Táxi Aéreo Weston LTDA;
  • Nassau Editora Rádio e TV LTDA.

A investigação foi nomeada Background devido à suspeita de ocultação de patrimônio com a criação de empresas paralelas e sócios aparentes.

Os crimes investigados, segundo a Receita federal, são sonegação fiscal, apropriação indébita, evasão de divisas, frustração de direitos trabalhistas, operação de instituição financeira não autorizada e lavagem de dinheiro.

Por parte da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional, as investigações começaram em 2018. Segundo Alexandre Freire, ao entrar em contato com a Polícia Federal, a Procuradoria foi informada de que havia um inquérito em andamento que tinha como alvo o mesmo grupo empresarial.

Cerca de 50 procuradores da Fazenda Nacional trabalham na ação, além de 53 equipes da Polícia Federal e várias equipes de auditores fiscais da Receita Federal.

Nesta fase, segundo a PF, as investigações buscam colher "elementos de materialidade e indícios de autoria", para, posteriormente, recuperar o patrimônio desviado e ocultado pelos investigados.

Grupo João Santos

Fundado pelo empresário João Santos, que morreu em 2009 aos 101 anos, o Grupo Industrial João Santos é composto por 47 empresas, estando algumas delas já inativas. Somente o Cimento Nassau, principal empreendimento do grupo, teve 11 fábricas. A maioria delas está com as atividades paralisadas.

O patrimônio do conglomerado começou a se dilapidar devido a dívidas bancárias, que motivaram a venda de uma fábrica em São Paulo, na década de 1990. Após a morte do patriarca do grupo empresarial, disputas entre os filhos de João Santos intensificaram os problemas.

Por vezes, ex-funcionários do Grupo João Santos fizeram protestos pedindo o pagamento de direitos trabalhistas após um Programa de Demissão Voluntária (PDV).

Resposta do Grupo João Santos

Com relação aos fatos investigados na denominada “Operação Background”, as empresas que foram acusadas e seus diretores guardam absoluto respeito as decisões judiciais e aos órgãos envolvidos na apuração (Receita Federal, PGFN, Ministério Público e Polícia Federal).

As práticas que foram declaradas se assemelham a um “dossiê” que é do conhecimento público, porque objeto inclusive de matéria no jornal Valor, edição de 14/09/2018, onde ficaram refutadas as acusações.

Em nenhum momento as empresas foram chamadas para prestar qualquer esclarecimento sobre o que a reportagem chama de “investigações em andamento”.

Surpreendidos pela “operação”, cabe aos acusados se colocar à disposição para prestar todos os esclarecimentos e, tomando ciência oficialmente das acusações, exercer sua defesa de forma ampla, irrestrita, como garante a Constituição Federal.

Finalmente, é de se lamentar que empresas tão importantes para o cenário econômico e social, já abaladas pela crise que afeta seus setores produtivos, sofram investida danosa pela divulgação na mídia de acusações sem ao menos ter sido oportunizado de forma prévia, o sagrado direito de defesa.

Por Pedro Alves e Katherine Coutinho, G1 PE

quinta-feira, 20 de maio de 2021

Veículo bate em carreta carregada de eucalipto na BR-222 no MA

Acidente resultou em três pessoas levemente feridas e elas foram levadas para o Hospital de Bom Jesus das Selvas.


Veículo bate em carreta carregada de eucalipto na BR-222 em Açailândia — Foto: Divulgação/Polícia Rodoviária Federal

Um veículo de passeio de cor branca bateu em uma carreta carregada de toras de eucalipto na manhã dessa quarta-feira (19) na Br-222 no município de Açailândia, a 562 km de São Luís.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente aconteceu no Km 597 da BR-222, sentido decrescente da via, em Açailândia, quando o veículo de passeio que seguia de Buriticupu para Açailândia, descia a serra, quando o caminhão realizava uma manobra para adentrar a rodovia e acabou batendo no carro.

De acordo com a PRF, por conta da neblina no momento, dificultando a visão do caminhoneiro, o condutor não conseguiu frear. O motorista ainda tentou desviar, mas sem sucesso, o que causou a batida entre a carreta e o automóvel.

O acidente resultou em três pessoas levemente feridas. Três pessoas foram levadas para o Hospital de Bom Jesus das Selvas, a 465 km da capital.

Por G1 MA 

Urgente! Maranhão confirma primeiro caso provocado por variante indiana em tripulante de navio

O governo do Maranhão confirmou o primeiro caso de Covid-19 provocado pela variante do coronavírus detectada pela primeira vez na Índia. Ela foi identificada em um paciente indiano que deu entrada em um hospital da rede privada em São Luís na semana passada.

O secretário de Saúde, Carlos Lula fez esclarecimentos sobre navio, destinado ao Porto da Vale, que está ancorado em alto mar com pacientes atingidos pelo coronavírus em entrevista coletiva na manhã de hoje. Das 15 amostras estudadas, foi possível fazer o estudo genômico de seis, onde foram confirmadas nestas seis a cepa indiana.

O governo do Maranhão informou no domingo que foi notificado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) sobre a hospitalização do paciente, um homem de 54 anos, tripulante do navio Mv Shangon Da Zhi, ancorado no estado.

Segundo as informações divulgadas no domingo, um teste já havia confirmado o diagnóstico, mas ainda não havia sido identificada qual cepa do coronavírus causou a doença. Uma amostra do vírus foi enviada ao Instituto Evandro Chagas para realizar o sequenciamento genômico.

A variante indiana B.1.617 foi classificada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma “preocupação global”.

— Existe alguma informação disponível que indica uma transmissibilidade acentuada [da variante indiana] — disse Maria Van Kerkhove, autoridade técnica da OMS em Covid-19, em uma entrevista coletiva na semana passada.

Avaliação clínica dos tripulantes

O paciente de 54 anos que começou a ter sintomas no dia 4 de maio, apresentando febre. “Procedimentos médicos foram realizados previamente à sua remoção para o hospital, no dia 13 de maio, mas os sintomas persistiram. A remoção do paciente foi realizada por meio de helicóptero por determinação médica”, informou comunicado divulgado por Calos Lula no domingo.

A Secretaria de Saúde do Maranhão informou que, no domingo, uma equipe técnica inspecionou o navio para avaliação clínica dos tripulantes, coleta de amostras para diagnóstico da Covid-19 e investigação epidemiológica dos casos suspeitos.

“Toda tripulação foi colocada em quarentena e isolada em cabines individuais na embarcação. O navio permanece em alto mar, na área de fundeio, e não chegou a atracar no porto, em São Luís”, informou, em nota.

Durante a inspeção, 23 amostras do tipo PCR foram coletadas, 21 de pessoas assintomáticas e duas sintomáticas. As amostras foram encaminhadas ao Laboratório Central de Saúde Pública do Maranhão (LACEN/MA) e para o Instituto Evandro Chagas, em Belém, para sequenciamento genômico.

Segundo o governo do Maranhão, depois disso 13 tripulantes do navio apresentaram teste positivo para a Covid-19.

A Secretaria de Saúde do estado também informou que os 24 passageiros embarcaram no navio Mv Shangon Da Zhi na África do Sul, na Cidade de Cabo. Com informações de O Globo

Godofredo Viana| Prefeitura inicia entrega do 1º lote do Vale-Gás Social

 


A Prefeitura de Godofredo Viana em parceira com o Governo do Estado, através da Secretaria Municipal de Assistência Social, realizou nesta quarta-feira (19) a entrega do 1º lote do Vale-Gás Social.

Em Godofredo Viana, cerca de 167 famílias foram contempladas. A lista foi divulgada pelo Prefeitura.

O Programa Social Vale Gás visa minimizar os reflexos da pandemia da Covid-19 no âmbito social e fortalecer a Política Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional.



De acordo com a secretária Maria da Anunciação, em Godofredo serão entregues pelo Governo 167 tickets para as famílias cadastradas no CadÚnico. Cada pessoa beneficiada pelo programa tem direito ao recebimento de até 03 (três) Vale-Gás para cargas equivalentes a um botijão de 13 quilos.

Parabenizou o Governo do Estado por essa grande iniciativa, esse programa e muito importante para os godofredenses que mais precisam, principalmente nesse momento de dificuldades. Disse o Prefeito Sissi Viana.

A beneficiária Poliana, uma das primeiras a receber o vale gás, agradeceu e disse que essa ação ajuda muito neste momento, inclusive porque o gás de cozinha está com preços altos.

Carlos Lula alerta para terceira onda de Covid-19 no Maranhão

“Se isso continuar, iremos chegar rapidamente aos 100% de ocupação de leitos e a doença continua circulando de forma intensa.”, afirmou Carlos Lula.


Não quero ser o profeta das notícias ruins, mas estamos em uma subida para a terceira onda.”, afirmou o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, nesta quarta-feira (19) em uma entrevista para O Bom Dia Maranhão. Segundo o secretário, o Maranhão pode sofrer uma terceira onda de Covid19 e ressaltou o aumento das internações em hospitais. No último sábado (15), 60 pessoas foram internadas em São Luís e mais 40 deram entrada nesta terça-feira (18).

“Se isso continuar, iremos chegar rapidamente aos 100% de ocupação de leitos e a doença continua circulando de forma intensa.”, continuou Carlos Lula. O último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), mostrou que o Maranhão já totaliza 280.064 casos confirmados e 7.758 mortes por coronavírus. Nas últimas 24h foram registrados 979 novos casos e 31 mortes pela doença.

Sobre a liberação de eventos, o secretário afirmou que nem todas as decisões dependem da Secretaria da Saúde. “As decisões são baseadas, também, nas questões econômicas e sociais. Os donos de bares não tinham mais o que fazer, é uma decisão difícil, é preciso ter cautela e retomar as atividades aos poucos. É necessário e indispensável o uso da máscara”, disse.

Navio em Quarentena

Sobre o navio MV Shandong Da Zhi, atracado a aproximadamente 35 km da orla, na área de fundeio, em que 15 tripulantes foram contaminados e três foram internados, Carlos Lula pediu calma e explicou que os protocolos de segurança estão sendo seguidos.

“Queremos esclarecer para que as pessoas não fiquem com receio. Todos que vão até o navio não retornam ao local de trabalho. O navio só será liberado quando todos apresentarem resultado negativo e com a certeza que nenhum esteja transmitindo o vírus”, informou.

O resultado dos testes enviados ao Instituto Evandro Chagas (IEC) sairá na sexta-feira (21) para confirmação de qual cepa os tripulantes foram contaminados

Compartilhe

Postagem em destaque

Bebê nasce com anticorpos contra Covid-19 no Maranhão

Um assunto que ganhou destaque nessa semana foi o caso do bebê que nasceu na Maternidade Naila Gonçalo, em Bacabeira, distante 66 KM de São ...