quarta-feira, 26 de maio de 2021

CPI da Covid decide hoje se convoca prefeitos e governadores

A CPI da Pandemia deve votar nesta quarta-feira, 26, convites e convocações para depoimentos de governadores e prefeitos, além de um novo depoimento do ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. A informação foi confirmada pelo presidente da comissão, senador Omar Aziz (PSD-AM), após a reunião de terça-feira, 25). De acordo com o presidente, a convocação dos governadores não representa uma mudança de estratégia ou de rumo na investigação, apenas o cumprimento de uma cronologia que já havia sido acertada.

Devem ser votados requerimentos para as convocações de nove governadores e ex-governadores e de 12 prefeitos e ex-prefeitos, dentre eles o ex-prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (sem partido).

O pedido foi feito pelo senador Alessando Vieira (Cidadania-SE), para que o ex-gestor ludovicense preste esclarecimentos sobre a Operação Cobiça Fatal, desencadeada pela Polícia Federal durante sua administração. Holanda Júnior diz não ver “problema algum” (saiba mais).

“Novo rumo”

Para o senador Marcos Rogério (DEM-RO), a convocação dos governadores representará uma nova fase da CPI. Para ele, é preciso acabar com a “farsa da oposição”, que segundo ele tem reduzido a CPI a temas como a cloroquina, a carta da empresa Pfizer com a proposta de vacinas para o Brasil e o suposto gabinete paralelo da saúde.

— Penso que a grande novidade para a sessão de amanhã é a pauta de requerimentos que prevê a convocação de prefeitos, ex-prefeitos e governadores. Acho que esse é o grande avanço — disse o senador.

Para o senador Luis Carlos Heinze (PP-RS), a CPI começa a “passar para o outro lado”. Para ele, é preciso “mudar a narrativa” e fazer com que a CPI pare de funcionar como “inquisição”.

— Tomara que hoje seja um dos últimos dias da cloroquina, ou vai virar a CPI da Cloroquina. As pessoas querem saber é para onde foi a grana, o dinheiro desviado por muitos governadores, prefeitos. Tomara que a gente saia disso — disse o senador, que elogiou o depoimento secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde, Mayra Pinheiro.

Respiradores

Outro fato que deve ser investigado pela CPI da Covid é a compra de respiradores pelo Consórcio Nordeste.

A entidade pagou antecipadamente mais de R$ 48 milhões por 300 respiradores que nunca chegaram. Um inquérito que apura o caso já foi compartilhado com a CPI (saiba mais).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe

Postagem em destaque

Bebê nasce com anticorpos contra Covid-19 no Maranhão

Um assunto que ganhou destaque nessa semana foi o caso do bebê que nasceu na Maternidade Naila Gonçalo, em Bacabeira, distante 66 KM de São ...