quarta-feira, 30 de agosto de 2023

Enfermeira denuncia ter sido agredida por vereador e pela esposa dele dentro de hospital em São Pedro da Água Branca

Segundo o COREN-MA, o vereador e presidente da Câmara Municipal, Bryan Caldas, já possui histórico de comportamento agressivo com outras mulheres.



Vereador de São Pedro da Água Branca, Bryan Caldas (PDT) — Foto: Reprodução/TV Mirante

A enfermeira Ana Maria Martins denuncia que foi agredida pelo vereador de São Pedro da Água Branca, Bryan Caldas (PDT), e pela esposa dele, Érica Lopes da Silva, no hospital da cidade, localizada no Sudoeste do Maranhão.

No Boletim de Ocorrência registrado na Polícia Civil, a vítima relata que o vereador, que também é presidente da Câmara Municipal, chegou no hospital pedindo que fosse atendido urgentemente, mas não obedeceu a fila de espera e passou na frente dos outros pacientes.

Na enfermaria, enquanto Ana Maria pedia as informações que não foram preenchidas por ele na ficha da recepção, Bryan Caldas teria questionado a conduta dela e a agredido verbalmente.

Em seguida, a vítima pegou o celular para filmar o que estava acontecendo. Nesse momento, Érica Lopes também teria a agredido fisicamente, deixando escoriações e hematomas em seu pescoço.

“A partir do momento que eu comecei a perguntar os dados, o paciente se exaltou. Me sentindo acuada, ainda tive a coragem de falar que era protocolo do hospital. Neste momento, eu peguei o celular para filmar aquele parlamentar me agredindo verbalmente. Ele saiu da maca para me agredir, mas as meninas que estavam presentes não deixaram. Em compensação, a esposa dele pulou em cima de mim, desferindo arranhões no meu pescoço”, contou Ana Maria à TV Mirante.

Enfermeira Ana Maria Martins — Foto: Reprodução/TV Mirante

Outras quatro testemunhas confirmaram as agressões sofridas pela enfermeira. Segundo elas, o presidente da câmara e a mulher dele ainda tentaram intimidá-las.

O Conselho Regional de Enfermagem do Maranhão (COREN-MA) prestou assistência jurídica à enfermeira que, após o Boletim de Ocorrência, fez exames de Corpo de Delito. Segundo o órgão, o vereador já possui histórico de comportamento agressivo com outras mulheres.

“Não é a primeira vez que esse parlamentar agride alguém no exercício da profissão”, disse Lívia Bustamante, conselheira do COREN-MA.

Em uma sessão realizada na Câmara Municipal na noite dessa segunda (28), que estava lotada de mulheres em apoio à enfermeira, parte dos vereadores pediu que o caso fosse apurado com rigor. Na ocasião, Bryan Caldas disse que a vítima teria que provar a denúncia.

“Em momento algum, eu quero privar ninguém de buscar seu direito. Agora eu quero ver é provar”, afirmou Bryan.

Profissionais da saúde e o COREN-MA também fizeram uma passeata no centro de São Pedro da Água Branca pedindo Justiça.

A TV Mirante não conseguiu entrar em contato com o parlamentar. A Polícia Civil informou que o delegado do caso está afastado, mas retorna na próxima semana para dar andamento ao inquérito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PF deflagra operação contra caça ilegal em Territórios Indígenas, no MA

Ficou comprovado que, devido a construção de uma estrada que cortava a terra indígena, havia se acentuado a invasão por parte de caçadores. ...