terça-feira, 29 de agosto de 2023

Suspeito de cometer feminicídio no interior do Maranhão é preso no Pará

O investigado que estava foragido, foi localizado e preso na cidade paraense de Jacundá.


A Polícia Civil do Maranhão, com apoio da Polícia Civil do Pará, conseguiram cumprir um mandado de prisão preventiva contra o principal suspeito de cometer um crime de feminicídio (Foto: Divulgação)

Na manhã desta terça-feira (29), a Polícia Civil do Maranhão, com apoio da Polícia Civil do Pará, conseguiram cumprir um mandado de prisão preventiva contra o principal suspeito de cometer um crime de feminicídio ocorrido no dia 30 de junho deste ano, na cidade de Bom lugar, interior do Maranhão. O investigado que estava foragido, foi localizado e preso na cidade paraense de Jacundá.

Segundo as investigações, após chegar de uma festa, o investigado começou a agredir a vítima identificada como Francisca Costa da Silva com golpes de faca. A mulher gritou por socorro e foi encontrada no fundo do quintal de casa ensanguentada, na presença das filhas do agressor.

A vítima foi socorrida pelos vizinhos e levada à Unidade Básica de Saúde (UBS) de Bom Lugar, sendo transferida para um Hospital da cidade de Bacabal, onde ficou internada até o dia 6 de julho, quando não resistiu aos ferimentos e foi a óbito.

Na semana passada, após a expedição do mandado de prisão contra o agressor, a Polícia Civil do Maranhão, divulgou um cartaz pedido informações que levassem ao paradeiro do investigado. Nesta segunda (28), a Polícia Civil maranhense recebeu uma informação precisa apontando a localização do criminoso e com apoio da Polícia Civil do Pará conseguiu executai o mandado de prisão.

Na ocasião, o preso ainda foi autuado em flagrante pelo crime de posse irregular de arma de fogo, pois com ele, os policiais apreenderam uma arma de fabricação caseira. O preso deve aguardar um parecer do judiciário que trata de sua transferência para o sistema prisional maranhense.

A prisão foi realizada no âmbito da força-tarefa intitulada de “Operação Shamar” articulada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, e Ministério da Mulher, que visa reforçar o combate à violência contra a mulher e ao feminicídio em todo o país.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PF investiga desvio de R$ 5 milhões na Caixa Econômica no MA

A investigação se iniciou a partir de comunicação da própria Caixa Econômica Federal. (Foto: Divulgação/PF) A Polícia Federal deflagrou, nes...