sexta-feira, 11 de agosto de 2023

Hacker é preso em Penalva por ataques a sites da Famem e Polícil Civil do Maranhão



Uma megaoperação intitulada de “Operação Inábil” foi deflagrada pelas Polícias Civil dos Estados do Maranhão, Distrito Federal e São Paulo, visando desarticular uma associação cibercriminosa envolvida em uma série de ataques a sites de órgãos governamentais. No Maranhão, a ação foi executada por policiais civis do Departamento de Combate a Crimes Tecnológicos(DCCT/SEIC), tendo como alvo o município de Penalva.

As investigações apontam que, os criminosos são suspeitos de ataques e tentativas de ataques a vários sites de órgãos públicos e de utilidade pública no Maranhão e no Distrito Federal, inclusive de órgãos policiais e do sistema de justiça. Dentre os domínios que sofreram ataques e tentativas, consta o da FAMEM (uma falsa nota de pesar do prefeito de Alcântara, em 2023) e Polícia Civil do Maranhão e a Polícia Civil do Distrito Federal, dentre outros.

Na cidade de Penalva, Região da Baixada Maranhense, os policiais civis cumpriram mandados de busca e apreensão e prisão contra um homem, apontado como sendo o líder do grupo criminoso. Na residência no investigado, foi encontrada uma série de vestígios que o ligam aos fatos investigados.

No segundo alvo da operação policial, na cidade de Jundiaí, interior do Estado de São Paulo, a Polícia encontrou um dos dispositivos informativos utilizados na invasão de sistemas policiais e na pichação de sites oficiais.

A Operação Inábil reforça o compromisso das autoridades em conter a crescente ameaça dos crimes cibernéticos, preservando a integridade dos sistemas governamentais e assegurando a aplicação rigorosa da lei.

O preso responderá pelos crimes de invasão de dispositivos eletrônicos, associação criminosa e corrupção de menores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PF investiga desvio de R$ 5 milhões na Caixa Econômica no MA

A investigação se iniciou a partir de comunicação da própria Caixa Econômica Federal. (Foto: Divulgação/PF) A Polícia Federal deflagrou, nes...