sexta-feira, 21 de julho de 2023

Polícia investiga morte de indígena de 13 anos em Grajaú

A adolescente estava grávida do terceiro filho; polícia investiga possível feminicídio.




A Polícia Civil do Maranhão investiga a morte de uma indígena adolescente de 13 anos que estava grávida e teria morrido em decorrência de abusos sexuais cometidos pelo seu companheiro, um adolescente de 16 anos. A adolescente identificada como Maria Joelsa Matias Vaqueiro Guajajara estava grávida do terceiro filho.

A Polícia Civil deve investigar se a causa da morte foram abusos sexuais praticados pelo companheiro. Fato que deve ser comprovado pelo exame de necrópsia. A principal linha de investigação é de feminicídio. O caso aconteceu na aldeia indígena Casarão, situada em Grajaú.

Durante a investigação a polícia descobriu que a adolescente estava internada há duas semanas e que a equipe hospitalar havia encontrado indícios de abuso sexual. Segundo o delegado Daniel Antunes, esses abusos já vinham acontecendo por parte do companheiro, conforme disse a família.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

No MA, 180 famílias estão em área de risco devido ao avanço das voçorocas que chegam a 80 metros de profundidade

Como nada foi feito para conter, no munícipio se formou 26 crateras gigantes, algumas delas chegando a medir 600 metros de extensão e 80 met...