sexta-feira, 7 de julho de 2023

Polícia Civil procura mulher suspeita de jogar ácido no rosto do companheiro em Grajaú

A Polícia Civil do Maranhão está à procura de uma mulher suspeita de ter jogado uma substância ácida no rosto do companheiro, na cidade de Grajaú no Sul do Maranhão.


O caso aconteceu na madrugada do dia 4 de julho deste ano, horas depois de uma discussão entre o casal, identificado como Bruno Vasco Martins de Sousa Vieira e Regiane Oliveira da Silva.

Segundo informações da Polícia Civil, na noite do dia 3 de julho, houve uma discussão entre Bruno e Regiane, pois a mulher queria que o companheiro fosse com ela ao Pará, para o enterro do pai dela, que havia morrido.


Bruno se negou a ir, mas disse que levaria a mulher até o Terminal Rodoviário de Grajaú. Por volta de 0h30, quando Bruno esperava Regiane do lado de fora de casa, em uma motocicleta, ela apareceu com uma substância ácida e jogou no rosto do companheiro. Após a agressão, a mulher fugiu do local na moto da vítima.

Bruno Vasco foi socorrido pelo irmão dele e levado para o Hospital Geral de Grajaú, onde se encontra internado.

O líquido causou queimaduras no rosto, tórax e braços da vítima, sendo que os dois olhos de Bruno ficaram azulados. De acordo com a família da vítima, ele está enxergando apenas de um olho.

Ainda segundo a família de Bruno, o crime foi motivado por ciúmes.

“De uns três meses pra cá estava grande o ciúme. Como o pai dela morreu no Pará, meu irmão arrumou o dinheiro para ela ir. Só que ela queria ir só se ele fosse, mas ele não podia sair da fazenda, porque nós estávamos fazendo um serviço lá e estávamos agoniados para acabar com o serviço”, relatou Breno, irmão da vítima.


Após tomar conhecimento do crime, a Polícia Civil do Maranhão abriu investigação e está à procura da suspeita, que deve responder por lesão corporal.

“Abrimos portaria para investigar o crime, já intimamos o pai da vítima, intimamos também o irmão da agressora e ela, provavelmente, irá responder pelo crime de lesão corporal grave ou gravíssima, dependendo da gravidade que a vítima tiver apresentado. Se ele tiver perdido a função de algum órgão, como o olho, com certeza ela irá responder por esses dois crimes”, explicou o delegado Ricardo Aragão, da SPCI

Ainda de acordo com o delegado, a moto da vítima, que havia sido levada pela suspeita, foi encontrada abandonada em uma praça da cidade e já foi entregue à família de Bruno. E, tudo indica que Regiane tenha fugido para o estado do Pará.

“Nós tivemos informações que ela havia pegado uma van em Grajaú e ido a Imperatriz, de lá, provavelmente, ela deve ter ido para o estado do Pará. As investigações continuam para tentar localizar ela”, afirmou o delegado Ricardo Aragão.

Sobre o líquido jogado no rosto da vítima, ainda não há informações sobre o tipo de substância, mas a polícia já descobriu que Regiane fabricava sabão artesanalmente na fazenda onde morava com a vítima e tinha acesso a produtos químicos.

O g1 MA procurou a Secretaria de Saúde do Estado (SES), para saber sobre o estado de saúde de Bruno, mas a SES informou que “as informações sobre o estado de saúde do paciente são de cunho privado”.

Com informações do G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Servidor de fórum no interior do Maranhão é preso por estupro de vulnerável

Consta na investigação, que o servidor teria estuprado uma adolescente de 13 anos de idade, na cidade de Santa Quitéria do Maranhão. Servido...