segunda-feira, 17 de julho de 2023

Advogado é assassinado a tiros na zona rural de Gonçalves Dias

O crime aconteceu quando o advogado chegava em sua chácara, às margens da MA-256.



Um advogado identificado como Joaquim Avelino Sobrinho Filho foi assassinado a tiros, no sábado (15), na zona rural da cidade de Gonçalves Dias. Segundo informações, o crime aconteceu quando o advogado chegava em sua chácara, às margens da MA-256.

O veículo do advogado, um Corolla de placa PTY-7H91, apresentava várias perfurações na lataria e no para-brisa dianteiro.

No local, a Polícia Militar apreendeu munições de diferentes calibres, reforçando a suspeita de que o crime tenha sido premeditado, com características de acerto de contas ou por encomenda, uma vez que o advogado já havia sido preso por participação a um assalto a uma agência do Banco do Brasil na cidade de Dom Pedro, onde era funcionário.

Em nota, a OAB lamentou a morte do advogado e esperam que os autores sejam punidos.

Nota da OAB

A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Maranhão (OAB/MA) e a OAB Subseção Presidente Dutra, vêm a público lamentar profundamente o assassinato do advogado Joaquim Avelino Sobrinho Filho (OAB-13.422), na tarde de ontem, 15/07, na cidade de Gonçalves Dias.

A Diretoria da OAB Subseção Presidente Dutra está em permanente contato com as autoridades locais acompanhando o caso.

A Seccional Maranhense da Ordem e a Subseção Presidente Dutra vêm, por meio desta, neste momento de dor e consternação, solidarizar-se aos seus familiares e amigos enlutados; bem como reiteram que exigem das autoridades públicas a imediata solução do caso e que os autores desse crime sejam punidos na forma e rigores da lei.

Presidente Dutra, 16 de julho de 2023.

Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Maranhão

OAB Subseção Presidente Dutra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Defesa Civil do MA registra 19 cidades em situação de emergência por causa das chuvas

No estado como um todo, há o registro de 810 famílias alojadas em abrigos, enquanto outras 2.297 foram desalojadas de suas residências. Foto...