sábado, 1 de julho de 2023

PF realiza operação contra o trabalho escravo no interior do MA

 

A Polícia Federal realizou a Operação Lei Áurea nessa quinta-feira (29) nas cidades de Codó e Trizidela do Vale, no interior do Maranhão. Uma pessoa foi presa.

Segundo a PF, o homem foi preso preventivamente, por envolvimento na submissão de trabalhadores a condições análogas a de escravo, em uma fazenda localizada na cidade de Pedreiras, a 245 km de São Luís.

A investigação da Polícia Federal teve início a partir de informação encaminhada ao Disque Denúncia do Ministério Público do Trabalho do Maranhão (MPT-MA), sobre trabalhadores que eram submetidos a condições análogas à escravidão em uma fazenda de Pedreiras.

De acordo com a PF, durante as investigações foi possível identificar o agenciador das vítimas e responsável por submeter os trabalhadores a condições escravas, além do proprietário da fazenda.

A polícia conseguiu apurar que os trabalhadores eram submetidos a jornada exaustiva e condições de trabalho degradantes. Ainda no decorrer das investigações, a PF identificou que o agenciador realizada a venda de drogas nas frentes de trabalho.

Com base nas informações obtidas, a Polícia Federal cumpriu, nesta quinta, um mandado de prisão preventiva e dois mandados de busca e apreensão nas cidades de Codó e Trizidela do Vale, envolvendo suspeitos de envolvimento no crime.

A medida foi determinada pelo juiz da Segunda Vara da Seção judiciária de Maranhão.

Sobre o nome da operação, que foi intitulada de Lei Áurea, a PF destaca que o termo faz referência ao nome dado ao instrumento normativo responsável por abolir a escravatura dentro do território nacional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Polícia Federal realiza operação que investiga tráfico de drogas dentro de terra indígena no MA

Operação foi realizada dentro da Terra Indígena Bacurizinho, em Grajaú, cidade a 450 km de São Luís. Polícia Federal realiza operação de com...