domingo, 17 de março de 2019

DNIT libera tráfego em trecho rompido da BR-316, em Zé Doca

Tráfego é liberado durante a tarde de domingo e DNIT trabalha para tentar concluir o trabalho nas vias o mais rápido possível


Trânsito liberado na BR-316, no Maranhão — Foto: Divulgação / DNIT

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) liberou o tráfego de veículos em meia pista, no trecho da BR-316, entre Zé Doca e Araguanã, no interior do Maranhão, à 175km de São Luís. No último sábado, o transbordamento de um açude, localizado no povoado de Cocalinho, rompeu a rodovia, no km 189.

Trânsito interditado na BR-316 — Foto: Erisvaldo Santos / TV Mirante

As obras para recuperação total do trecho serão retomadas a partir da manhã de segunda-feira. Não há previsão para o fim das obras no trecho, mas o DNIT tenta acelerar o processo para recuperar o tráfego nas duas mãos nos próximos dias.

Durante o período com o trecho rompido, o tráfego na rodovia foi interrompido, prejudicando o trânsito na região, mas as cidades ficaram isoladas. Entre as alternativas para o deslocamento está o uso do ferry boat, para quem sai de São Luís para o interior.

"Ainda tem o acesso por Pinheiro para quem vem de Belém do Pará e vai para São Luís. Após passar por Maracaçumé, é possível entrar pelo antigo encruzo, onde é Governador Nunes Freire, e ir por Santa Helena. Depois vai passar em Pinheiro e, logo em seguida, pode pegar para Viana, Vitória do Mearim e Miranda do Norte para entrar na BR-135. Tem essa possibilidade. Já quem se desloca entre São Luís e Belém pode fazê-lo entrando em Vitória do Mearim sentido Viana, Pinheiro, Santa Helena, saindo na BR 316 na cidade de Governador Nunes Freire (antigo Encruzo). Ou poderá ainda faze-lo pelo Ferry Boat, saindo de São Luís até o porto do Cujupe, onde desembarca e segue por rodovia estadual passando por Pinheiro, Santa Helena, saindo em Governador Nunes Freire ", explicou o inspetor da PRF, Antônio Noberto.


Por G1 MA 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe

Postagem em destaque

Após críticas de Bolsonaro, Joaquim Levy pede demissão do BNDES

Na tarde de sábado, o presidente Jair Bolsonaro criticou e ameaçou demitir Levy. Bolsonaro disse estar “por aqui” com o chefe do banco,...