terça-feira, 11 de junho de 2019

Coordenação Municipal do SEAMA realiza formação para Gestores em Godofredo Viana


Ocorreu na última sexta feira (7), na sede da secretaria de Educação, a formação dos Coordenadores Municipais do SEAMA em Godofredo Viana.

Na oportunidade o Coordenador Municipal do SEAMA em Godofredo Viana, Prof. Jaques Douglas, repassou todo o processo formativo sobre o programa.

Após os devidos esclarecimentos sobre a metodologia de aplicação das provas do SEAMA que serão nos dias 11 e 12 de mês junho. Os Gestores Escolares receberam os pacotes contendo os cadernos de provas e fichas de informação.

O que é o SEAMA?

O Maranhão está entre os estados brasileiros que possuem sistema próprio de avaliação educacional. Trata-se do Sistema Estadual de Avaliação do Maranhão (Seama), criado pelo Governo do Estado, no âmbito da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), como política de acompanhamento das escolas, seus indicadores educacionais e melhoria na aprendizagem dos estudantes maranhenses.

Inédito no Maranhão, o sistema permitirá estabelecer o índice próprio do estado, contribuindo para a melhor definição das metas conforme as redes; acompanhamento dos resultados dos estudantes no decorrer do ano; análise da prática avaliativa desenvolvida nas escolas (por meio da compatibilização dos resultados nos simulados e nas atividades de sala de aula), entre outros avanços.

O Seama também representa um reforço às ações de colaboração com os municípios, por meio do Pacto pela Aprendizagem, lançado pelo governador Flávio Dino no início deste ano e integra, também, o Programa Escola Digna.

“Muitos estados que avançaram nos indicadores educacionais já possuem sistemas próprios de avaliação. Ter um sistema próprio é importante para os estudantes, para os gestores escolares e dirigentes de educação. Por isso, a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) é parceria do Estado neste processo. Será um ganho importante para que o Maranhão cresça ainda mais em qualidade, que é a determinação do governador Flávio Dino, uma educação pública de qualidade social”, enfatizou a secretária adjunta da Seduc, Nádya Dutra.

Aplicação

A primeira avalição do Seama será aplicada nos próximos dias 11 e 12 junho para estudantes dos 5° e 9° anos do Ensino Fundamental das redes municipais e estadual, e do 3° ano do Ensino Médio, da rede estadual. O sistema será trabalhando de forma conjunta com a Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), por meio do CAED, referência em avaliação educacional no país.

Na última quarta-feira (29), o governo reuniu, no auditório do Convento das Mercês, secretários e técnicos dos municípios para apresentação do Sistema, suas diretrizes e orientações acerca da logística da primeira avaliação do sistema público de educação do Maranhão, que terá a gestão da Seduc, com a coordenação das Unidades Regionais de Educação (UREs), coordenação municipal e na escola, e a participação de professores aplicadores.

Segundo o presidente da Undime, Joaquim Neto, cerca de 150 municípios já aderiram ao Seama. Para ele, o sistema é um marco para a educação pública maranhense. “Agrademos muito pela iniciativa do Estado. Essa ação só vai melhorar nossa educação. Vai fortalecer muito o nosso trabalho nos municípios, apoiando nossas ações”, ressaltou Neto, que também é secretário municipal de Educação de Rosário.

“Vamos ter uma visão, um diagnóstico de como estão os nossos alunos, para que possamos corrigir as dificuldades. Como é um processo amplo, vai possibilitar um retrato do desempenho dos alunos, para que possamos traçar ações para fortalecer a aprendizagem dos estudantes e garantir o direito à aprendizagem, que é dever do poder público, de todos nós”, ponderou Everton Vieira Ribeiro, coordenador municipal de Carutapera.

Maria da Glória, do município de Cajari, ressaltou os ganhos que o Seama trará para a educação pública. “É de grande valia para corrigir uma lacuna que tínhamos no Maranhão. É muito importante que o município se envolva nesse processo, uma vez que o Estado já está nos dando todo esse suporte para trabalharmos a partir do nosso município”, avaliou.

Metodologia

A primeira avaliação que será realizada no mês de junho terá 21 cadernos de prova de modelos diferenciados, baseados na Teoria da Resposta ao Item, a qual leva em consideração o grau de dificuldade da questão. Em todas as séries, serão avaliadas as disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática, sendo 44 questões para o 5º ano do Ensino Fundamental e 52 questões para o 9º ano do Ensino Fundamental e 1ª série do Ensino Médio.

Aproximadamente 280 mil estudantes participarão dos testes, sendo: 103.685 estudantes do 5º ano do Ensino Fundamental; 93.912 estudantes, do 9º ano do Ensino Fundamental, e 82.321 estudantes da 3ª série do Ensino Médio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe

Postagem em destaque

Polícia persegue quadrilha e homem é morto após assalto a banco em Turiaçu

Após o assalto que deixou destruída a agência do Bradesco e uma viatura da PM, a polícia cercou a região e um homem acabou morto em Turia...