sexta-feira, 22 de março de 2024

Servidora do TJ-MA é presa por fraudes e desvios financeiros de contas públicas

A Polícia Civil do Maranhão prendeu, nessa quinta-feira (21), a secretária judicial da 1ª Vara da Fazenda Pública de São Luís, Lívia Azevedo Veras Dias, por suspeita de liberações irregulares de alvarás de pagamento. Ela é servidora do Tribunal de Justiça do Estado e a suspeita.

De acordo com o delegado Augusto Barros, da Superintendência Estadual de Investigações Criminais do Maranhão (Seic), Lívia teria bloqueado quantias de quase R$ 500 mil de contas públicas do Estado do Maranhão e em seguida, transferindo o valor para uma advogada.

A advogada que, não teve o nome revelado e que recebeu os valores, seria conhecida da suspeita e não fazia parte dos processos que tiveram o dinheiro transferido, o que levantou suspeita da polícia. Ela foi presa e levada para à delegacia, mas se recusou a prestar esclarecimentos.

Além dela, foram ouvidos outros servidores da 1ª e 2ª Varas da Fazenda Pública que confirmaram que os alvarás judiciais foram expedidos em processos que estavam arquivados.

A polícia decretou a prisão preventiva de Lívia e da advogada envolvida no caso. A suspeita foi conduzida à Seic para formalidades legais e em seguida, foi levada para o Sistema Penitenciário do Maranhão, onde vai permanecer à disposição da Justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Defesa Civil do MA registra 19 cidades em situação de emergência por causa das chuvas

No estado como um todo, há o registro de 810 famílias alojadas em abrigos, enquanto outras 2.297 foram desalojadas de suas residências. Foto...