quinta-feira, 28 de março de 2024

Após cratera se abrir na BR-222 no MA, a previsão para liberar o tráfego no local é de oito dias

Após cratera se abrir na BR-222 no MA, a previsão para liberar o tráfego no local é de oito dias — Foto: Divulgação/PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou, na quarta-feira (27), que o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) deu um prazo previsto de oito dias para que seja liberado o tráfego de veículos no km 598 da BR-222, em Bom Jesus da Selvas, no Sul do Maranhão, que está totalmente interditado após uma cratera se abrir na rodovia.

A cratera, quem tem mais de 20 metros de largura, se abriu na via nessa terça-feira (26), devido às fortes chuvas que atingem a região. Por causa da erosão, o trecho foi totalmente interditado.

A cratera se abriu por causa do forte volume de chuvas na região. — Foto: Reprodução

O DNIT já iniciou o serviço de recuperação do trecho, com a terraplanagem para instalação de novos tubos para fazer um desvio provisório e liberar o tráfego o mais rápido possível.

Segundo a PRF, a cratera é muito profunda e a região é muito acidentada, por isso os serviços no trecho podem demorar para ser finalizados. Ainda de acordo com o órgão, o trecho está sinalizado e não há formação de filas de veículos.

Rotas alternativas

Durante a interdição do km 598 da BR-222, a PRF recomenda trechos alternativos mais seguros. De acordo com Antônio Norberto, quem está no noroeste do Maranhão e deseja entrar na região tocantina, tem que contornar a Serra do Gurupi, em direção ao Pará, pela BR-316. Chegando lá, pega a esquerda em direção à BR-010, saindo depois da cratera.

Para quem está na região da Grande Ilha, o trajeto recomendado é pegar caminho em direção ao município de Peritoró, na BR-135, passando pela BR-316. Chegando na cidade, o condutor deverá pegar novamente a BR-135, em direção a Presidente Dutra e depois virar à direita na BR-222, indo a Tuntum, Barra do Corda e Grajaú.

Norberto ainda explica que, embora sejam mais distantes para quem deseja entrar na região tocantina, essas rotas alternativas acabam sendo mais seguras para a população no momento, pois há riscos de mais desabamentos na BR-222, o que oferece perigo aos condutores que trafegam pela via.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Polícia Federal realiza operação que investiga tráfico de drogas dentro de terra indígena no MA

Operação foi realizada dentro da Terra Indígena Bacurizinho, em Grajaú, cidade a 450 km de São Luís. Polícia Federal realiza operação de com...