segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

Serviço Travessia completa três anos levando mobilidade a vida de pessoas com deficiência

Fotos: Gilson Teixeira
Mais de 37,5 mil pessoas com deficiência no Maranhão são atendidas pelo Travessia, projeto do Governo do Estado, que oferece condições de mobilidade com segurança e conforto a esse público. Com a ação, pessoas com mobilidade reduzida, cadeirantes, deficientes visuais, idosos, crianças com hidro e microcefalia têm a oportunidade de se deslocar a trabalho, estudo, tratamento de saúde e até lazer. Nesta segunda-feira (18), o programa completa três anos e uma vasta programação foi organizada para comemorar o momento.

“Nós lutamos sempre pela máxima igualdade possível, para que as pessoas tenham direitos, tenham acesso a serviços públicos, acesso a oportunidades. Mais que um importante serviço a este público, o Travessia mostra respeito a cada uma das pessoas atendidas. É uma iniciativa que muito nos orgulha, por garantir direitos fundamentais, autonomia e dignidade às pessoas”, pontuou o governador Flávio Dino.

São mais de duas mil pessoas com deficiência cadastradas no projeto, que desde sua criação, já realizou mais de 68,1 mil viagens. O serviço está presente em 20 municípios, sendo nove bases regionais e conta com estrutura de vans e minivans, uma destas, especial para atender crianças com microcefalia.

O Travessia trouxe dignidade e cidadania às pessoas com deficiência e crianças com hidro e microcefalia, destaca o presidente da Agência Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB), Lawrence Melo. “É uma ação destacada do Governo do Maranhão, por meio da qual a gestão possibilita o acesso a serviços de saúde, educação, trabalho e lazer, atendendo a necessidade e o direito de ir e vir das pessoas com deficiência”, pontua o presidente.

Fotos: Gilson Teixeira
O Travessia é um projeto que Deus colocou na nossa vida, uma benção, diz Marilde Ferreira de Sousa, dona de casa, mãe de Márcia Sousa. A filha, que perdeu os movimentos das pernas por conta de depressão e ataques epilépticos, luta pela recuperação. A mãe acompanha tudo de perto. “Não trabalho, cuido dela. É o bebê da nossa casa, o amor da nossa vida. E o projeto nos permite ter segurança, mais tranquilidade e me sinto digna com a minha filha. Esse projeto é tudo para nós”, conta. Ela acompanha a filha até três vezes em sessões de fisioterapia e hidroginástica, sendo o transporte feito pelo projeto Travessia.

Os municípios contemplados com o projeto são a capital São Luís, Caxias, Timon, Açailândia, Bacabal, Raposa, São José de Ribamar, Paço do Lumiar, Pinheiro, Imperatriz, Santa Luzia do Paruá, Presidente Dutra, Aldeias Altas, São João do Soter, Coelho Neto, Tuntum, Graça Aranha, Governador Eugênio Barros, Gonçalves Dias, Governador Archer, Capinzal do Norte, Santo Antônio dos Lopes, Dom Pedro, Santa Filomena e Santa Luzia do Paruá.

“O Travessia materializa as políticas públicas de inclusão social desenvolvidas pelo Governo, permitindo que as pessoas com deficiência tenham, de forma efetiva, a garantia desses direitos”, enfatiza Lawrence Melo. O projeto contribui ainda para a implementação de políticas públicas de inclusão social, atuando diretamente com o tema da acessibilidade.

Comemoração

Os três anos do Travessia vai ser lembrado com uma série de atividades na Casa do Maranhão, à partir das 17h30, nesta segunda-feira (18). Durante o evento serão homenageados usuários do serviço Travessia e representantes do Movimento dos Direitos da Pessoa com Deficiência.

Entre as atrações, lançamento do Bloco do Travessia, bloco de carnaval que vai fará parte da programação oficial dos festejos do período em São Luís. O bloco tem agenda de desfile na Passarela do Samba e no carnaval de rua promovido pelo Governo do Estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe

Postagem em destaque

Agências da Caixa abrirão neste sábado para saque do FGTS

José Cruz/Agência Brasil   As agências da Caixa Econômica Federal estarão abertas neste sábado (14), das 9h às 15h, para liberação do ...