quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019

Polícia investiga morte de vaqueiro no Maranhão

Segundo a polícia, Augusto Belfort saiu para tomar conta do gado no campo e não voltou para casa.





A Polícia Civil de Viana, a 217 km de São Luís, está investigando o caso do vaqueiro Augusto Belfort, de 63 anos, que saiu de casa para cuidar do gado em uma fazenda às margens da MA-314, na zona rural do município e foi encontrado morto 24 horas depois.

Segundo a polícia, Augusto Belfort, que também era conhecido como “Gudinho”, saiu de casa na manhã de segunda-feira (4) para tomar conta do gado no campo e não voltou para o almoço. Preocupados, os familiares decidiram procurá-lo com a ajuda de um grupo de vaqueiros que também trabalham nas redondezas.

Ainda de acordo com a polícia, as buscas foram suspensas na noite de segunda (4) e retomadas na madrugada de terça (5) quando Augusto Belfort foi encontrado morto. No corpo da vítima havia duas perfurações que parecem ser arma de fogo, conforme os policiais.

Augusto Belfort, de 63 anos, foi encontrado morto na manhã de terça-feira (05). — Foto: Reprodução/TV Mirante
O corpo de Augusto Belfort foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), na capital, para que sejam realizados exames para comprovar se as marcas encontradas na vítima são de tiros ou não. A polícia está apurando o caso e conversando com pessoas na região, a fim de saber quais motivos levaram ao homicídio dele.

A polícia está aguardando o resultado de um laudo cadavérico para ter a confirmação se Augusto Belfort foi assassinado. Ele era muito conhecido na cidade de Viana por ser um amante da vaquejada. Ele deixa mulher e mais quatro filhos.

Por G1 MA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe

Postagem em destaque

Cinco pessoas ficaram feridas em acidente na BR-316 no Maranhão

Duas das vítimas tiveram ferimentos graves, entre elas um bebê de um ano de idade sofreu traumatismo craniano. Cinco pessoas ficaram ...