quarta-feira, 8 de maio de 2019

Ex-marido pagou R$ 2 mil para pistoleiro assassinar empresária em Presidente Dutra


O ex-marido da empresária Rayra dos Santos Feitosa, Bartolomeu Ribeiro, confessou, na tarde dessa terça-feira (07), que contratou um pistoleiro para executar sua ex-companheira. Ele disse ao delegado Regional de Presidente Dutra, César Ferro, que pagou R$ 2 mil para Amós Américo Alves cometer o crime, na quinta-feira (02).

Logo no início das investigações, o delegado pediu a prisão do ex-marido da empresária. Depois da separação, Bartolomeu montou uma pizzaria, de nome Predileta, para a ex-esposa, em um posto de combustível ao lado de um clube de jovens.

Logo após deixar o trabalho, por volta de 1h da madrugada, já nas proximidades de casa, a empresária foi abordada por dois homens que estavam em uma moto. Apenas um foi o responsável pelos tiros que mataram Rayra, de 25 anos, no local.

O delegado quis saber quem era a segunda pessoa que estava na moto, mas o mandante do crime disse que não sabe de quem se tratava, pois conhecia apenas Amós, o “Negrete”, em Presidente Dutra.

A polícia permanece na busca para prender o executor e já distribuiu cartazes de procurado, oferecendo R$ 1 mil por informações que levem ao assassino.

Via Gilberto Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe

Postagem em destaque

Moradores afirmam que consomem lama em torneiras de Duque Bacelar

Estação de tratamento da cidade tem mais de 30 anos e nesse período a população aumentou; Segundo moradores, uma limpeza foi feita no tanqu...