quarta-feira, 24 de abril de 2024

Justiça concede liberdade a suspeito de ter matado namorada grávida de 3 meses

A Justiça do Maranhão concedeu liberdade a Warlisson Lima da Silva, o principal suspeito de ter estrangulado e matado a própria companheira, Nicole Souza, de 20 anos, no último dia 19 deste mês, na cidade de Santa Luzia. A vítima estava grávida de 3 meses.

Ele foi liberado um dia após ser preso, acusado de ter executado o crime. Warlisson Lima foi detido dentro do hospital, para onde Nicole foi levada, por ele mesmo, para ser socorrida, porém a jovem já havia chegado morta na unidade de saúde.

Na audiência de custódia, a juíza que presidia a sessão disse que não havia provas suficientes para manter a prisão de Warlisson. A Justiça aplicou ao suspeito medida cautelar, que o proíbe de sair de Santa Luzia sem autorização judicial, enquanto corre o processo.

Para a Polícia Civil do Maranhão (PC-MA), a liberdade de Warlison enfraquece o processo de investigação do caso, uma vez que todas as evidências apontam que ele seja o autor do crime.

“A mulher já se sente bastante intimidada, com medo de denunciar porque ela não acredita muito na justiça nesses casos, a gente enfrenta isso todo dia. Essa decisão acaba jogando um balde de água fria nisso tudo”, disse o delegado Elson Ramos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Godofredo Viana: Prefeitura implanta funcionamento 24 horas de UBS

A gestão do prefeito Sissi Viana segue inovando e ampliando os serviços de saúde no município de Godofredo Viana. A Unidade Básica de Saúde ...