sexta-feira, 11 de maio de 2018

Polícia prende o terceiro assassino do delegado da PF em São Luís



A polícia prendeu nesta quinta-feira (10), por volta das 21h30, no residencial Amendoeira, no Maracanã, Davi Costa Martins, conhecido como 'Olhão', acusado de ter sido o autor dos disparos que atingiram o delegado da PF, David Farias Aragão.

Pelas informações passadas à imprensa, ele foi entregue pela própria mãe, em telefonema à polícia. Foi montada uma força-tarefa para efetuar a pisão do assassino. A equipe da Polícia Civil foi comandada pelo delegado George Antônio, do Departamento de Homicídio da Capital, que foi ao local.


De acordo com o delegado, a arma do crime, uma pistola Glock 9mm, tomada do delegado, estava em poder de outros dois homens, já identificados pela polícia. Eles serão chamados para prestar depoimento.

Davi Martins foi autuado durante a madrugada para o Complexo Penitenciário São Luís, em Pedrinhas. Contra ele, já havia um mandado de prisão em aberto por latrocínio.

O delegado foi assassinado no sábado (5), quando comemorava o aniversário da filha de cinco anos, em uma residência de praia da família no Araçagi, em São José de Ribamar.

A polícia, com a prisão de Davi, já elucidou o caso ao levar à prisão Wanderson Baldez, (20 anos), e apreendeu o menor L.A, de 17 anos, que foi apontado como autor das facadas que atingiram as costas do delegado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe

Postagem em destaque

Bandidos roubam agência do Banco do Brasil em Buriticupu após sequestro de gerente e família

O gerente do Banco do Brasil de Buriticupu e sua família passaram por uma noite de terror, segundo Tenente Coronel Nelson, comandante do 3...