segunda-feira, 29 de novembro de 2021

Estados terão que rever afrouxamento de ações contra Covid, diz Carlos Lula

Secretário de Saúde do Maranhão e presidente do Conass, cogita retomada do uso de máscaras em locais abertos e limitação de eventos, como jogos de futebol




O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, atual presidente do Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde), Carlos Lula declarou em entrevista à coluna Painel, da Folha de S. Paulo, que a descoberta da nova variante da Covid-19 fará os estados repensarem a flexibilização de medidas contra o coronavírus.

Para ele, decisões tomadas por governadores, como desobrigar o uso de máscaras em locais públicos, e a capacidade de público de eventos privados e públicos, como jogos de futebol, precisam ser repensadas.

"Mesmo em local aberto, faz sentido proteger pelo menos quem é mais suscetível, é idoso, tem comorbidade", avaliou.

O Maranhão foi um dos primeiros estados brasileiros a flexibilizarem o uso de máscaras. Por decisão do governador Flávio Dino (PSB) está autorizada a circulação de pessoas sem máscaras em locais abertos em todos os municípios maranhenses há mais de duas semanas.

Na capital, São Luís, e em outras 13 cidades com mais de 70% da população vacinada com duas doses, o uso é facultativo mesmo em locais fechados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Governador Carlos Brandão sanciona lei que reduz ICMS no Maranhão

O PL prevê redução a 18% da alíquota do ICMS dos combustíveis, energia elétrica, serviços de comunicação e transporte coletivo. O governador...