quarta-feira, 6 de maio de 2020

Saída temporária de 730 presos no dia das Mães é adiada para junho no Maranhão

O juiz da 1ª Vara de Execuções Penais São Luís, Rommel Cruz Viegas, adiou a saída temporária de 730 presos no Dia das Mães, que seria de 6 a 12 de maio, para o período de 24 a 30 de junho. Na mesma decisão, negou o adiantamento do gozo de duas saídas temporárias – a do Dia dos Pais, de 5 a 11 de agosto, e do Dia das Crianças, de 07 a 13 de outubro -, proposto pela Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP) do Estado.

Dos 730 presos, 437 estão custodiados em Unidades Prisionais e 293 se encontram em prisão domiciliar. Os demais pedidos de benefícios, como progressão/antecipação de regime prisional, livramento condicional e prisão domiciliar, serão analisados individualmente em processos específicos.

O juiz advertiu, na decisão, que a Secretaria de Administração Penitenciária reconheceu a sua impossibilidade de atender às recomendações quanto ao retorno dos internos, nos aspectos materiais e físicos, quanto às medidas e barreiras sanitárias imprescindíveis à contenção do COVID-19, principalmente a realização de testagem da contaminação.

“A despeito da implementação de algumas barreiras sanitárias, consideradas como insatisfatórias pela própria SEAP, estas se mostram insuficientes ao considerar-se que os beneficiados com a saída temporária passarão vários dias no ambiente externo prisional – com inegável sujeição a riscos de contaminação pelo COVID-19 – e, em seguida, poderão levar o vírus às unidades prisionais”, ressaltou o juiz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Polícia do Piauí encontra “super roça” com 50 mil pés de maconha no Maranhão

Policiais Civis da Delegacia Regional de Uruçuí, distante 474 Km de Teresina, localizaram, nesta terça-feira (28), uma “super” plantação de ...