segunda-feira, 12 de junho de 2023

Mais de 550 veículos foram flagrados acima da velocidade permitida durante o feriadão de Corpus Christi no MA

As fiscalizações aconteceram entre os dias 4 a 10 de junho.




A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou o balanço da operação temática de fiscalização de velocidade, feita durante o feriado de Corpus Christi, em rodovias do Maranhão. Durante as ações, foram flagrados 557 veículos acima da velocidade permitida.

As fiscalizações aconteceram entre os dias 4 a 10 de junho e tiveram como objetivo reduzir a quantidade de acidentes graves, feridos e mortos em rodovias que cortam o Maranhão.

Agentes trabalharam nas rodovias que dão acesso à São Luís e a área dos Lençóis Maranhenses, na BR-135, no Campo de Peris e BR-402, em Rosário (MA). As equipes foram integradas aos policiais que trabalhavam na Operação Corpus Christi.

Na quinta-feira (8), um veículo foi flagrado, no km 32 da BR-135, em São Luís, a 200 km/h. A velocidade é 80% acima da permitida para o trecho, que é de 110 km/h.

O veículo foi identificado por meio de radar portátil e o condutor foi autuado por infração gravíssima, de acordo com o artigo 218, III, do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Ele terá que pagar uma multa de R$ 880, perdeu 7 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e a possibilidade de suspensão do direito de dirigir.

De acordo com a PRF, apenas nas rodovias federais do Maranhão, mais de 2.850 veículos já foram flagrados acima da velocidade permitida. Em 2022, foram mais de 8,8 mil infrações desse tipo no estado.

O excesso de velocidade no trânsito é uma das principais causas de acidentes e mortes nas rodovias do Maranhão. Dentre os perigos, estão a diminuição do tempo de reação e do controle do veículo, aumento da distância de frenagem e o risco ampliado de acidentes fatais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Defesa Civil do MA registra 19 cidades em situação de emergência por causa das chuvas

No estado como um todo, há o registro de 810 famílias alojadas em abrigos, enquanto outras 2.297 foram desalojadas de suas residências. Foto...