sexta-feira, 15 de dezembro de 2023

Preso suspeito de criar perfis falsos em rede social para extorquir moradores de cidade no interior do MA

Segundo a Polícia Civil do Maranhão, os perfis eram usados para difamar, injuriar, caluniar e principalmente para tirar dinheiro das vítimas.


Preso suspeito de criar perfis falsos em rede social para extorquir moradores de cidade no interior do MA — Foto: Divulgação/Polícia Civil do Maranhão

Foi preso nessa quarta-feira (13), no interior do maranhão, um homem investigado pelos crimes de difamação e injúria por meio da internet, além de associação criminosa, corrupção de menores e extorsão.

O investigado foi preso pela Polícia Civil do Maranhão, em cumprimento a um mandado de prisão preventiva, durante a operação “Confissões” no município de Pedreiras, a 283 km de São Luís.

Além da prisão, a polícia também cumpriu mandados de busca e apreensão.

Segundo o delegado Diego Maciel, titular da Delegacia Regional de Pedreiras, o preso e mais duas pessoas, entre elas, uma adolescente, criavam perfis falsos nas redes sociais, onde postavam conteúdos sobre a vida pessoal de moradores da cidade.

Ainda segundo com o delegado, os perfis eram usados para difamar, injuriar, caluniar e principalmente para extorquir as vítimas.

As investigações apontam que, após a divulgação dos conteúdos nas redes sociais, os administradores entravam em contato com as vítimas e pediam dinheiro, geralmente entre R$ 600 a R$ 2.500, para a exclusão da postagem.

Durante as investigações, a Polícia Civil conseguiu identificar três pessoas suspeitas de administrarem as páginas falsas e, nesta quinta, os policiais cumpriram às ordens judiciais contra um dos alvos.

Polícia Civil do Maranhão em Pedreiras. — Foto: Divulgação/Polícia Civil do Maranhão

A polícia prendeu o homem e apreendeu seis aparelhos celulares, que serão periciados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PF investiga desvio de R$ 5 milhões na Caixa Econômica no MA

A investigação se iniciou a partir de comunicação da própria Caixa Econômica Federal. (Foto: Divulgação/PF) A Polícia Federal deflagrou, nes...