sábado, 15 de dezembro de 2018

Polícia prende líder de esquema que fornecia internet ilegal para empresas e prefeituras no Maranhão

Linderson Dourado Alves é considerado pela polícia como o líder de um esquema de fornecimento ilegal de internet — Foto: Divulgação/Polícia Civil

A Superintendência Estadual de Investigações Criminais no Maranhão (SEIC) realizou nesta sexta-feira (14) a Operação Dourado, que investiga o fornecimento ilegal de internet a empresas e até prefeituras do Maranhão. Foram cumpridos 27 mandados de busca e apreensão em várias cidades, como São Luís, São José de Ribamar e outras das regiões do médio Mearim e baixada maranhense.

A polícia também cumpriu com um mandado de prisão preventiva contra Linderson Dourado Alves, considerado o líder do esquema criminoso. Os presos foram encaminhados para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde permanecerão à disposição da Justiça. A operação é resultado de mais de um ano de investigações, além de interceptações telefônicas que apuraram casos de furtos e receptações de equipamentos das concessionárias de internet, que serviam para montagem de sites em subestações clandestinas, camufladas por empresas de fachadas, que distribuíam sinais de internet para clientes incautos, dentre eles, comércios, indústrias e prefeituras. 


Os alvos da operação foram sites instalados em subestações clandestinas, montados com equipamentos furtados e/ou receptados de operadoras de internet. Dentre vários itens, a polícia apreendeu armários (suítes), moldem cabos de fibra ótica, gbics, roteadores voip, placa voip, antenas, bateria de gel estacionária, etc.

Os suspeitos de participarem do esquema foram autuados pela prática de furto majorado e receptação dolosa. Também foram cumprida ordem de busca e apreensão na sede da concessionária Oi e nas casas de funcionários.

De acordo com a polícia, a simples instalação dos equipamentos furtados e instalados nos sites clandestinos não possibilita a distribuição do sinal de internet. Para isso, é necessário o acesso ao link através de senhas randômicas que só podem ser fornecidas por operadores da própria concessionária. 

FONTE: G1 - MARANHÃO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe

Postagem em destaque

Motociclista morre após colisão com animal na BR-402 no MA

Valdeildo de Almeida Santos tinha 28 anos e morreu na madrugada de domingo (17) no km 48,4 da BR-402 no município de Morros. Motociclis...