quarta-feira, 6 de janeiro de 2021

Secretário do MA fala sobre 'plano B' caso cronograma nacional de vacinação não seja cumprido

Carlos Lula, da Saúde, diz que a data limite para começar as providências do cronograma de vacinação é dia 15 de janeiro.


Maranhão ainda não tem data para compra de vacinas contra a Covid-19 — Foto: Getty Images via BBC

O Governo do Maranhão ainda não tem data prevista para começar o plano de vacinação contra a Covid-19, mas manteve a data para o começo das ações de imunização no estado, caso o governo federal não siga o calendário.

De acordo com o Secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, a data limite para começar as providências do cronograma de vacinação é dia 15 de janeiro.

“A gente tem uma decisão do Supremo Tribunal Federal, que nos permite fazer a aquisição, se o Programa Nacional de Imunização não der certo, é possível que o Estado possa fazer diretamente essa compra’’, diz o Secretário de Saúde, Carlos Lula.

Ainda segundo o secretário, o Maranhão possui estoque de quatro milhões de seringas e agulhas para a primeira fase de vacinação. Carlos Lula acrescenta que a população não precisa temer um desabastecimento desses utensílios.

O governo do estado vai manter as barreiras sanitárias que foram montadas nos portos e nos aeroportos de São Luís, com foco de controlar possíveis casos de Covid-19 e descartou a possibilidade de lockdown.

“Mais de 40 países no mundo já iniciaram a imunização, e a gente que tem um dos melhores programas de imunização do mundo fica atrás. É grave e preocupante essa lentidão, esse silêncio do Ministério da Saúde”, declarou o secretário.

Por G1 MA 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe

Postagem em destaque

Doses da vacina de Oxford começam a ser distribuídas a municípios do Maranhão

Estado recebeu, no último domingo (24), 48.500 doses da vacina contra a Covid-19, desenvolvida pela farmacêutica AstraZeneca, em parceria co...